Papo sério: Machismo, como lidar?

16:10



Olá! Hoje eu trago mais um post para a coluna Papo sério. Normalmente eu trago assuntos mais "calmos" por assim dizer, mas eu gosto muito da interação que tenho com vocês com esses posts. Bom o assunto de hoje é o machismo praticado por várias partes. E antes de julgarem o post, vamos ler?

Vou começar contando o caso que me fez pensar nesse post, a revista Capricho, quando eu tinha lá meus 13 anos eu a lia sempre e adorava, assim como as demais revistas teen. Porém, com o passar do tempo passei a ver o quanto elas disseminavam o machismo. No caso ao lado, um blogueiro da Capricho fez um post em seu blog sobre "Menina para namorar e menina para ficar: quais são as diferenças?", me desculpem a todos aqueles que gostaram, mas eu achei um absurdo. Quando temos uma rede social costumamos expor nossas opiniões, porém isso não é uma opinião é um preconceito. Quem não lia nessas revistas aqueles temas de "Como conquistar aquele garoto" e normalmente a garota que tinha que se adaptar e mudar? E sempre foi deixado claro nas entrelinhas isso que esse blogueiros postou com todas as letras. Em pleno século XXI, ainda é ensinado que a mulher não pode isso e aquilo e o homem pode tudo.

Pensando em tudo isso, o blog Thing Olga, criou a campanha "Chega de Fiu-fiu" e a revista Época, fez uma reportagem especial sobre isso. Não sou uma feminista nata, nem nada do gênero. Mas isso realmente me irrita. Já ouvi atrocidades e já fui vítima de coisas horríveis. Porém, acho engraçado o fato de muitas vezes falarem tanto de homens machistas e se esquecerem das mulheres machistas. Sim elas existem!

 Uma  das páginas do facebook que mais tem ganhado minha atenção de um tempo para cá, é a página Moça, você é machista em que mostra, como a imagem ao lado o pensamento que deixa de ser conservador e se torna machista. Já fui vítima desse tipo de machismo tanto masculino quanto feminino. No ensino médio, estudei com muita gente que pensava "Se a garota ficou com dois garotos da escola é uma menina fácil" ou "Usar shorts no calor e pegar ônibus, ela está querendo", ou então "Ela não é mais virgem, que p**" tipo "Oi?", agora além de tudo a mulher não pode ter controle sobre seu corpo e deve seguir a risca conceitos ultrapassados? Cada um deve ter direito de fazer o que quer, porque se a mulher não é virgem é isso e aquilo, o homem não, ele pode tudo. Mas sexualidade já é assunto para outro post.
Há também músicas que fazem apelo ao machismo, como é o caso de  Robin Thicke com sua música Blurred lines em que ele faz apologia ao machismo descaradamente, e entrevistas dadas não nega. Outros cantores também já foram acusados disso como Madonna, Eminem, Guns N'Roses entre outros.
Não acho que há um fatos que vá alterar esses pensamentos, mas eu não suporto quando mexem comigo na rua com comentários como "princesa" "ô lá em casa", pelo amor. E isso não se dá só aquelas que saem de shorts não, já vi muitas mulheres de calça jeans normal sendo assediadas. Como foi dito na pesquisa da Olga, há mulheres que gostam, mas eu me adéquo aquelas que não gostam.
Nos é ensinado em qualquer lugar que mulher deve-se dar o respeito, não pode ficar com quem quiser e quando se torna "mocinha" pronto, cuidado redobrado. Concordo com a imagem de como deve ser, mas é óbvio que isso não é tão fácil quanto parece. Quando esse tipo de preconceito está inserido na sociedade tanto homem quanto mulher acabam por sendo influenciados.

Esse é um tipo de preconceito que me irrito. Assim como me irrito com homofóbicos, ou com aquelas feministas que acham que homens devem morrer. Não acredito em adaptações, e sou tão forte com esse meu conceito, que é impossível me dizer que não posso pegar trem lotado de shorts porque vou ser assediada. Se estou com calor vou ter que usar burca agora? Não né, obrigada.

Acredito que esses tipos de campanhas que estão ocorrendo podem sim melhorar e muito o olhar sobre esses acontecimentos e ajudar a melhorar. Porém, ainda falta uma educação melhor em relação a sexualidade que é um tabu para muitos. Assim o machismo seria evitado.

Bom, essa é a minha opinião. Sei que ficou um pouco grande, mas garanto que mesmo assim não consegui dizer tudo que eu queria, e quem sabe terá uma parte 2 essa discussão, isso claro: depende de vocês.

E vocês garotas já sofreram algo assim? Os garotos já foram vítimas de machismo/feminismo por suas atitudes? O que acham disso? Me contem tudo!

Por hoje é só,
Beijos,
Carla Wolf.

You Might Also Like

35 comentários

  1. Acho que depende muito da situação
    Beijos
    http://segredosdacahlima.blogspot.com.br/
    Tem sorteio no blog, participe

    ResponderExcluir
  2. adorei o post flor, e concordo! :D


    Sempre que atualizar me mande um recado no meu blog, que virei aqui comentar! Fica mais fácil para eu não esquecer e sempre estar aqui mantendo contato! ;)

    Beeeijooos, @re_becah

    blogdareh.com.br

    youtube.com/blogdareh

    facebook.com/blogdareh

    ResponderExcluir
  3. Olá ;D
    mto bom o post
    acho q depende mto =/
    bom final de tarde!!

    bjim
    http://esmaltechic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu soube desse post da capricho, realmente, surgiu muuuuuuuuuuuita polêmica

    Seguindo, segue de volta?
    www.cupcaketaste.com

    ResponderExcluir
  5. Não vi esse post, queria ter visto, será que ainda tá no ar?
    Eu tnho uma visão meio diferente disso. Eu sou tipo, de tocar o foda-se, eu faço o que eu tenho vontade, falo o que eu tenho vontade, na lata. Normalmente, souj o homem da realção. Mas eu acho que a diferença de uma menina como eu e uma pirguete, é que eu ME respeito, e me amo antes de tudo.

    Beijos, Clara do www.nemsanta.com

    ResponderExcluir
  6. Igualdade para ambos os lados. Temos que fazer o que sentimos vontade!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post, viu!
    Quem dera se todo mundo estivesse realmente abrindo o olho e vendo as coisas por esse lado, viu.

    O problema é que isso é ~oculto~, tá nas entrelinhas (pra quem não quer ver!)

    Um beijo

    www.kvcomvoce.com

    ResponderExcluir
  8. É verdade linda, tem muito machismo a respeito disso,
    pela forma que vimos também chego a mesma conclusão,,,
    Amei o post.
    Tem post novo no blog,,
    Beijos com muito carinho.
    Blog--Sempre Bella.
    http://sabrinielo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Segui o blog! Abraços.. http://umpostbembolado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oiee
    você realmente disse tudo o que eu já tentei explicar e não consegui haush
    não gosto de usar roupas curtas e tals, mas tbm acredito que caráter não esta escrito em roupas e que cada um deve ser respeitado independente de qualquer coisa. Cada vez mais revistas adolescentes mostram um padrão, não só de beleza mas de comportamento que principalmente as meninas devem seguir.

    adorei o post!
    confienounicornio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. adorei seu post! você conseguiu passar bem sua ideia, eu acho super importante abordar assuntos assim

    Beijos
    Blog | Divulgue seu sorteio | Divulgue seu post no meu blog

    ResponderExcluir
  12. Bom,do mesmo jeito que os carinhas tem a fase de não querer nada serio,acho que a menina tb! e nem por isso ela não é "namorável"
    Mas realmente isso rola tanto do lado masculino,como das próprias meninas mesmo, umas com as outras.
    luxuriademenina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Acho essa história toda de machismo um absurdo. Feminismo também. Só acho que homens e mulheres tem que ter direitos iguais.
    Revistas como a Capricho são extremamente machistas, querem que as garotas mudem pra conquistar aquele carinha. Por que o cara não pode gostar de você do jeito que você é?
    Beijos,

    Letícia
    http://www.odomdaescrita.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Adorei o post, Carla.
    Realmente essa história de machismo já esta ultrapassada... Meninos e meninas deveriam ser tratados sempre igualmente, porém, não é isso que vemos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. O machismo continua presente e é um absurdo, acho a Capricho bem incentivadora, por isso parei de ler.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  16. Como assim você não gosta que mexam com você na rua? Olha, eu não gosto que me digam putarias, mas elogios eu adoro, já aconteceu de eu sair com uma certa baixa estima e me sentir muito melhor por ter ouvido algum elogio ou ver que apesar dos meus defeitos consigo atrair olhares de vários homens, isso não é assedio, pelo contrario, isso é valorizar o tempo que a mulher passou se arrumando kk Não acho que homens e mulheres sejam iguais, e acho totalmente idiota essa opinião, podem sim ter os mesmos direitos, mas iguais nunca serão, e isso não significa que a mulher seja inferior ou superior, é apenas diferente. E em relação as roupas, sinceramente, podes até considerar machista minha opinião, mas tem mulher que pede, ou melhor, praticamente implora pra ser abusa, não me refiro aquelas que vestem um short/saia curto, ou uma blusa decotada, e sim aquelas que saem quase nuas e se insinuando pros homens, uma vez ouvi uma garota dizer que ia colocar "a roupa mais provocante" e ir em um lugar onde tinha vários homens lindos, porque será né? garanto que não é só pra chamar atenção kk O que mais tem é mulher que provoca e depois se faz de santa e de coitadinha. Um homem que se veste uma roupa toda esculachada é considerado marginal, uma mulher que se veste igual a uma vadia é considerada puta, simples assim. O problema é que as mulheres exageram demais, sabia que muitos homens são estuprados diariamente? A diferença é que eles não ficam gritando, pedindo socorro e muito menos dão queixa, porque se eles fazem isso são considerados gays, então muitas vezes eles transam com mulheres que eles não querem transar, não que estejam certos, mas fingir que só a mulher sofre também já é demais - não é o seu caso, mas já vi muita mulher dizendo coisas do tipo. As pessoas acham que tudo é machismo, não é, um homem não deixar uma mulher carregar algo muito pesado, por exemplo, é gentileza, o homem pedir a mulher em namoro (ao invés da mulher pedir) não é machismo, é romantismo, e por ai vai, do jeito que as coisas tão os homens vão virar uns idiotas preguiçosos, não vão fazer mais nada pra mulher, é isso mesmo que as mulheres querem? Sei la, eu ainda gosto de romantismo, gentileza e elogios. Adorei o post!
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  17. Ah, eu li sobre essa campanha do fiu-fiu e achei bem bacana, acho horrível sair na rua e o povo ficar mexendo. Fora que eu tenho um irmão e meus pais o incentivam a fazer coisas que se eu fizesse eles iriam me chamar de pessoa da vida kkkkkkkk
    Bjos!
    http://amonailart.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Aiii fala sério! Esse papo aii não deveria nem mais existir no mundo de hoje, mas infelizmente estou cansada de ver pessoas machistas a rodo (homem e mulher) Essa revista capricho é bem chatinha e pior que faz a cabeça de muitos adolescentes. Concordo com você que a grande solução para evitar que esse tipo de coisa continue está lá na educação.
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  19. Adorei o post e você disse tudo.
    Acho engraçado que o machismo luta para mostrar que o homem é melhor que a mulher já o feminismo luta pela igualdade. O pior de tudo são as mulheres machistas, acho o fim!

    Beijo.

    garimpodetendencias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi florzinha, tudo bom??
    meu amor passando pra dizer que estou amando seu blog!

    e passando par lhe convidar a conhece o meu!!
    caso gose, segui lá e deiixa um recadinho que retribuirei com muito carinhooo!!

    bjuuus fooofa!!
    http://soocharmee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Amei o post, me sinto assim também! Acho uma falta de respeito homens que mexem com as meninas na rua. Não podemos usar mais shorts em dias quentes que já temos que aguentar comentários ridículos??? Concordo plenamente com você!! O problema é que tem gente que confunde elogio com fiu-fiu rsrs!

    Beijinhos,
    Ana Beatriz
    www.blogdaninha.com

    ResponderExcluir
  22. Cool blog . I follow you and i hope you will follow me back :) http://chic-and-everything.blogspot.ro/

    ResponderExcluir
  23. Também estou do lado daquelas que não gostam dos "elogios" vindo dos homens de rua, ele podem me chamar de princesa ou qualquer coisa,acho ridículo. Se fosse ao contrario, nós mulheres assoviasse para um cara na rua, com certeza seriarmos ridicularizadas! Em pleno dias contemporâneos ainda nos deparamos com esse tipo de situação, e pra falar a verdade, a Capricho ultimamente só tem dado "mancadas".
    Beijos, beijos!

    DearItGirl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. O que mais tem por ai é mulher machista sabia?
    Big Beijos
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  25. Adorei o post! Você tem toda razão, o machismo não é só por parte dos homens, mas também das mulheres. É só você ver em rodinha de amigas, por exemplo, quando uma menina que as outras não gostam aparece de shorts mais curto, já xingam de mil e um nomes com "P". A página "Moça, você é machista" compartilha várias coisas interessantes sobre o machismo, mais gente devia ver e se informar! Beijos, adorei o tema do post!

    http://meninamoderna-blog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Nossa, super amei o post, e acho que depende né?

    http://newsdayoff.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. S-U-P-E-R CEEEERTA!!
    Sim, sou como tu, do tipo que não se encaixa nas mulheres que curtem ser assediadas dessa forma. Sei como é, já passei por muito preconceito, ainda mais dentro da minha familia. Eles são completemente antigados ou a moda antiga e eu meio que ficava de fora disso. Sou mente aberta e gosto de fazer o que me faz sentir bem. Não falo que saio fazendo sexo com Deus e o mundo ou beijando cada cara bonito que me aparece pela frente, mas falo no sentido de que faço o que me faz bem e não o que esperam que eu faça. Acho que sim, o machismo é algo bem ruim e incomoda e seu post falou tudo. *-*

    Beijos, Larissa. ;*
    Vitamina de Pimenta
    Twitter

    ResponderExcluir
  28. Achei muito interessante essa questão da Capricho, eles tem sido bombardeados ultimamente por várias questões, já que acompanham, normalmente, meninas adolescentes e formam opiniões... A revista, além do conteúdo machista, também incentiva dietas e comparações com padrões, né?!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  29. Adorei a ideia do post, sou do tipo que acho que cada um deve fazer o que tenha vontade, mas devemos ter bom senso e respeito consigo mesmo antes de tudo, tanto vale para homem quanto mulher. Hoje em dia tem essa mania da pessoa querer parecer moderninha etc, mas no fundo esta fazendo isso só para se adaptar a uma sociedade que coloca um modelo mas ao mesmo tempo é hipócrita com suas próprias convicções. Isso é que não pode acontecer, você quer fazer algo?! Então faça, mas faça por você mesma, para satisfazer a si mesma e respeitando a você mesma! O machismo sempre foi incrustado na nossa sociedade isso é fato, apenas não podemos deixar que isso nos afete e nos diminua como seres pensantes capazes de fazer suas próprias escolhas.
    Bjosss!
    lohhcazz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. É realmente muita coisa pra discutir! Mas acho que cada caso é um caso!

    Beijoos, Ana Carolina.
    http://simplesglamour.blogspot.com
    Instagram e Twitter: @simplesglamour

    ResponderExcluir
  31. olha depois que comecei namorar, comecei odiar mais ainda essas atitudes de homem de mecher cg, SEMPRE odiei, nao gosto mesmo, acho que isso acabo, mas infelizmente na cabeca de alguns, o HOMEM PODE TUDO, e a mulher nada, mas isso esta errado, como digo para o meu namorado, DIREITOS IGUAIS! otimo post ;)

    bjbj
    pedacosdelembrancas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  32. Isso de machismo é demais, homens sempre podem tudo, a mulher sofre muito preconceito.

    Plumas e Paetês
    Fanpage
    Youtube
    Sorteio

    ResponderExcluir
  33. Nossos pais já nasceram com aquele contexto de que eles mandam, eles podem chegar a hora que quiser.. e isso passa de geração para geração, quando é gerado uma menina, tudo muda, você tem horário para chegar, não pode sair sozinha..enfim. É muito complicado esse assunto!

    http://senhoritapriscila.blogspot.com
    Curti a fan page? (www)
    @priscilafrr,
    beijo.

    ResponderExcluir
  34. Uia, polêmico. Mas eu acredito que conversando é o melhor remédio, desde cedo os pais deveriam ensinar que todos nós somos iguais e que temos que nos respeitar! :) Um beijão e até mais.

    www.queridaga.com

    ResponderExcluir

-Nada de ofensas.
-Criticas e sugestões são sempre bem vindas.
-Deixe o endereço de seu blog para que eu possa retribuir.

Acompanhe no Instagram!