Papo sério: Violência contra a mulher parte 2

19:03

Olá! Vocês já devem ter visto pela internet ou aqui no blog mesmo, na parte 1 desse post aqui, a campanha da Izi Acessórios, contra a violência a mulher, com a #EUAPOIO, e bom, como o primeiro texto ficou beem longo, resolvi fazer algo mais dinâmico e algumas pessoas me enviaram suas opiniões a respeito e relatos.

Quando eu comecei a participar da campanha eu tive medo de se tornar algo banal, que as pessoas não se interessassem de verdade pelo assunto. Eu me enganei, fui muito elogiada entre meus amigos e leitores do blog e isso me deixou feliz. Pensando nisso resolvi fazer algo mais "dinâmico" e algumas pessoas me enviaram seus relatos e opiniões a respeito desse assunto:



Claro que achei esses depoimentos absurdos, e achei legal porque mostra que a violência não está só em bater, está sobre outros aspectos muito piores que muitas pessoas acabam por nem qualificar como violência. Algumas pessoas não me enviaram depoimentos, mas conheço várias meninas que sofreram não só com isso, mas ao sair de legging os homens passavam por elas mexendo, inclusive de moto e passaram a segui-las fazendo gestos absurdos. Isso também é violência! E para terminar, dois amigos me mandaram suas opiniões ou relato de situações que já foram vistas por eles:



Bom, o post de hoje foi direcionado a relatos mais específicos sobre o que acontece, para ajudar na campanha, espero que tenham gostado!
obs: não concordo com todas as opiniões. (desculpa Matheus, mas eu acho que se o homem pode andar sem camisa, as mulheres deveriam ter o mesmo direito, então realmente discordo). E o último relato é do Matheus Campanello do blog Joven Clube.

Essa campanha está sendo feita pela Izi Acessórios com a #euapoio, e no mês de março a empresa doará 25% de seu faturamento para uma organização que lute pelo fim a violência contra a mulher. Em cada compra realizada 25% irá automaticamente para essa causa. Este é apenas um passo para ajudar a erradicar esse tipo de violência. E caso você se interesse, por favor: use essa hashtag em suas postagens para ajudar nessa luta.

E vocês, já sofreram/viram algum tipo de violência contra a mulher? Me conte tudo!

Beijos,
Carla Wolf
                                  Fan page | instagram canal do youtube

You Might Also Like

51 comentários

  1. Achei ótima a campanha. A maioria das pessoas acha que violência contra mulher é só física, mas não é. Cantadas desagradáveis, xingamentos, assédio sexual também são. Não suporto cantadas, é sério. Abomino. Gostei muito dos depoimentos, acho que as pessoas, principalmente mulheres têm que saber que isso não é normal e o responsável tem que ser punido de alguma forma, não achas?
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  2. Nossa perfeito esta campanha! E os relatos são de deixar o queixo caído! Como podemos ainda enfrentar certos preconceitos em pleno século 21? Nossa as vezes acho que realmente o mundo esta perdido. Adorei seu post lindona. Bjokas
    www.garotanotamaxima.com

    ResponderExcluir
  3. Acho que toda mulher já foi vítima de algum tipo de violência,principalmente agora com a internet eu mesma já sofri abusos pela internet,de um cara me chamar na internet e me mandar fotos e mensagens com apelo sexual,sem falar que uma amiga minha também já sofreu a mesma coisa há poucos dias atrás e sobre esses comentários de que ah se você não sabe cozinhar e cuidar da casa nunca vai casar ou tipo eu e minha amiga que não pensamos em ter filhos a gente conta isso para mulheres mesmo e sofremos preconceito,agora só porque somos mulheres temos a obrigação de ser mãe?O que vocês me dizem a respeito?
    http://vinteanoos.blogspot.com.br
    xx

    ResponderExcluir
  4. Que post legal!
    No primeiro quadro, a menina contou sobre não saber cozinhar e, por isso não poder casar, não é? Esse tipo de coisa me faz desacreditar do mundo, cara! Meu deus, cozinhar é como qualquer outra coisa, vai de cada gosto! Por exemplo minha mãe, aprendeu a cozinhar com o meu pai! Mas voltando ao assunto, acho que as mulheres não deveriam ter medo dos homens, quando sofrem por algo elas deveriam denunciar! Até porque ser abusada sexualmente ou ser agredida não é vida pra ninguém.
    coff-cake.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Muito boa a campanha, foi impossível não ler com atenção cada depoimento. Discordo um pouco do ultimo, porque não acho que mostrar os seios é ficar nua, até porque os homens andam por aí sem camisa, né? rs Respeito é questão de caráter.

    ResponderExcluir
  6. Acho um absurdo a violência contra a mulher, e fiquei indignada com esses relatos, realmente um absurdo! Já conheci algumas mulheres que também sofreram violência, fico muito triste quando ouço isso. O pior é que as pessoas dizem que "Ai, os animais são irracionais, os humanos são os mais racionais!", mas eu vejo que mesmo os animais machos não machucam as fêmeas, se for pensar bem, o ser humano está cada vez pior. x.x
    Beijos || Unlocked Land ❤

    ResponderExcluir
  7. Os depoimentos são ótimos e tocantes. Já fui vítima de pedofilia e até hoje tenho marcas dessa violência!
    Beijos da Cássia :*
    Fique com Deus!
    Instagram: @nosolhos
    www.nosolhosdequemviu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu também apoio!!
    Adorei seu blog e já estou seguindo assim sempre que der te faço uma visita.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Infeliz do homem que bate em uma mulher !!
    beijos,
    Adri e Claudinha
    http://www.unhasebocas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ótimo post, não suporto homem machista, a mulher merece ser respeitada e não espancada.
    Beijos.
    http://brilhodecereja.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Gostei da atitude de falar sobre esse assunto, quando fala-se de violência contra a mulher vem logo a cabeça a violência física realmente, mas sabemos que vai muito além, que há também violência verbal e muitos outros tipos de violência contra a mulher, esses relatos que postou foi só alguns exemplos de muitos.


    Tenha um ótimo final de semana!
    Plumas e Paetês
    Sorteio: 4 anos de blog 4 meses de prêmios

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito dessa campanha, muito bom falar sobre esse assunto! Como a Nanda Paizante disse: " A mulher merece ser respeitada e não espancada."
    Beijos,
    december97.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Adorei a campanha!
    the-insanegirl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Camapanha ótima e super apoio ,comentarios são tão comuns hoje em dia fiquei chocada com ohomem do metro.

    Beijos da Manuh ;]

    Visite o blog , se gostar segue e avisa que sdv http://blognao-permito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Gostei de ler os depoimentos, porque como você disse mostra que a violência não estar somente em bater, e está presente em todos os lugares, nas ruas, nos transportes públicos e como uma das garotas disseram, dá até medo de sair de casa .
    Beijos ♥
    http://garotaantenadabr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Acho horrível violência contra mulher, todos as pessoas deveriam ter
    consciência desse mal, eu também apoio muito essa campanha!
    Bjs

    http://www.mybrandteen.com

    ResponderExcluir
  17. Realmente a violência contra a mulher não é só fisica não, deixa eu te contar uma coisa uns dias atrás, a minha sala foi dispensada mais cedo na escola, e como eu não queria ir embora sozinha, pedi pra minha amiga ficar comigo perto da escoa comigo esperando meu pai chegar pra me buscar, depois de um tempo passaram uns caras muito idiotas dentro de um carro vermelho, que por maior coincidencia do mundo TAVA TOCANDO FUNK, e eles começaram a gritar pra gente, eu fiz o que minha mãe sempre me falou e nem olhei pra eles, nem falei nada, graças a Deus eles não pararam e desceram do carro, graças a Deus, mas eu fico pensando e se eles tivessem descido o que teria acontecido, mesmo eu e minha amiga sendo fortes, eles eram homens e estavam em número muito maior né. A violência é terivel, tenho medo de andar até de legging na rua, odeio passar por algum lugar e vários homens ficarem me olhando, porque infelizmente eu sei exatamente o que eles estão pensando


    MEU CAPRICHO | YOUTUBE | FAN PAGE

    Beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  18. Não gosto muito de falar sobre esses tipos de assuntos, porque sempre falo demais kk. Mas é realmente seríssimo, e uma covardia muito grande. Infelizmente existem mulheres que fazem questão de conviver com isso, porque, tem a oportunidade de denunciar, revidar de alguma forma e algumas tem dó dos homens. ;s
    beijos,

    www.soentreamigas15.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Os depoimentos são de chocar neah?! Só que tudo é a mais pura realidade.
    Eu não costumo pegar muitos ônibus, mas morro de medo.
    A coisa está séria e a violência contra nós é muito grande mesmo.

    http://pamlepletier.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Fiquei pasma com esses depoimentos, isso mostra como a violência está presente na nossa vida, e que precisamos urgentemente abraçar essa causa. Mais uma vez parabéns pela iniciativa *_*
    Bjos

    www.papogarota.com.br

    ResponderExcluir
  21. Nossa,fiquei chocada com esses depoimentos,li de boca aberta :o
    Cada um mais tenso que o outro.É tão difícil saber que quando você crescer vai ter que lidar com isso :((
    Beijos
    www.divadecristal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Amei a campanha!
    Beijos
    queencami.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Eu gosto dessa iniciativa, mas sinceramente acho que igualdade não é justiça. Muita gente se engana achando que o fato de atribuir os mesmos direitos a todos é uma forma de fazer justiça, mas não é.
    Quanto ao fato de "mulheres ter os mesmos direitos que os homens", já pensou se as mulheres também fossem obrigadas a se apresentarem ou servirem ao exército? Não sou machista e também não sou feminista, só acho que cada espécie é diferente da outra e cada qual tem sua função, o que também não quer dizer que a mulher tem que casar pra ser feliz ou precisar de um homem que a sustente. Só acho que o ser humano deve ser reeducado e que as pessoas devem semear o amor ao invés de violência, mas estamos falando de humanos e se em todas estas eras de existência nossa espécie não evoluiu por completo, quantos anos mais deveremos esperar?

    http://oestranhomundodeisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Os depoimentos são bem interessantes, embora muitos sejam tristes e dignos de revolta. São nessas pequenas ações que percebemos o quanto nossa sociedade é machista e o quanto ainda temos que evoluir para que as mulheres não sofrem esse tipo de violência.


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  25. Eu achei essa campanha sensacional! Infelizmente, a violência contra a mulher é alta e acontece em todos os locais. Eu realmente espero que esse índice diminua e que esse machismo acabe.
    Beijos,
    Julie | http://www.juliechagas.com

    ResponderExcluir
  26. Choquei com o babaca da primeira experiência. Apois Viu! "Respeito é bom e eu gosto" eu diria.

    http://www.montadanoestilo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Tenho 16 anos e sofro com pressão da sociedade em questão de arranjar um namorado, aprender á cozinhar e demais coisas. Certa vez, não faz muito tempo.. eu peguei um ônibus com minha mãe, nós duas sentamos ao lado da outra, assim evitamos que algum '' tarado'' sente ao nosso lado. Porém nesse dia um senhor ficou em pé do nosso lado ( sabe, os ônibus são um caus, então muita gente vai em pé), o estranho é que nesse dia tinha vários bancos vazios, porém ele continuou em nosso lado no corredor em pé, quase encostando em mim. Foi ai que ele começou com gestos obscenos, me deu nojo, muito nojo. O homem não teve respeito nem por mim e nem pela minha mãe, ambas nos sentimos enjoadas e como o ônibus estava começando á encher ele tentava se aproximar mais. Já que eu não tinha o que fazer, falei em tom que ele pudesse ouvir '' esse tipo de homem, como qualquer outro merece prisão. Primeiro por violência contra mulher e segundo por violência contra uma adolescente, que tem idade para ser sua filha''. Na parada seguinte ele desceu do ônibus, me olhou feio e me senti livre por ele não ter feito nada comigo e minha mãe.

    ♥Blog: Meu Eterno Inverno ♥
    ♥Página do blog, participe ♥

    ResponderExcluir
  28. Amei a campanha , fiquei super chocada com os depoimentos , nossa :c Apoio a campanha
    Beijos *u*
    http://vanity-candy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. gostei do post, nossa cada depoimento em..

    http://www.querodemorango.com/

    ResponderExcluir
  30. Super apoio essa campanha, é algo que devemos falar, não podemos ficar caladas. Eu sei bem o que é sofrer essas violências não físicas. Infelizmente no Brasil as leis são muito brandas, chegam a nem fazer cocegas nos agressores, quantas notícias escutamos de que uma mulher foi morta pelo marido/namorado, e ela ja tinha feito seila quantos B.Os contra o cara?? Parece que no Brasil ás leis são feitas para proteger o meliante e não a vitima, isso é revoltante. Quantas mulheres mais vão ter que perder suas vidas para isso mudar??
    Enfim, super apoio! Parabéns
    beijinhos

    http://drunksforfashion.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. É bem interessante ver as pessoas que sofreram com isso e pegarmos os exemplos e ajuda-las ao maximo.
    Sigo de volta
    http://surejustnot.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Fico boba de ver como as pessoas são frias. É terrível ver uma mulher apanhando seja do marido, filho ou até mesmo desconhecido.
    Fico super chateada ao ver que uma mulher foi morta por um homem, pois eles sempre as agridem por serem mais frágeis que eles. Eles acham que são reis e que mandam e podem fazer o que querem com as mulheres. Fico revoltada com esse tipo de coisa =\
    E pra ajudar, as penas do Brasil são mais pesadas pra quem rouba um pote de manteiga do que pra quem agride uma mulher... Fica difícil, né?

    http://modadelirio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Muito triste ler depoimentos como esses, mas ao mesmo tempo é muito bom saber que tem tantas marcas grandes se engajando em campanhas contra a violência à mulher.

    Beijinhos

    www.burguesinhas.com.br

    ResponderExcluir
  34. Este poste é realmente uma ótima iniciativa. É importante entender que a agressão às mulheres não se restringe à agressão física. As leis neste país não contribuem em nada para mudar a atual realidade. Isso piora ainda mais a situação. Não devemos fechar os olhos para os crimes em relação às mulheres, não podemos.

    Beijos. .:Entretanto:.

    ResponderExcluir
  35. Esse post merece toda a devida atenção! A cada dia muitas mulheres sofrem abusos e violências de todo o tipo, É algo que precisa ser muito bem divulgado e combatido!
    grande abraço

    http://princessandfashion.wordpress.com

    ResponderExcluir
  36. Já tinha visto o outro post e adorei. Assim como esse também! Caramba, os depoimentos falando sobre alguns casos mexeu muito comigo, que horrível. Ontem mesmo eu estava andando na rua com minha tias e minha mãe, um carro praticamente encostou em cima da gente para paquerar, obviamente porque logo em seguida ele foi embora. Ridículo =(

    Beijos,
    http://diariodasquatro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  37. Já vi outro post com o mesmo tema e, olha, admiro a campanha e coragem das pessoas darem seus depoimentos. Eu fico muito tocada com esse tema sempre porque nós somos abusadas diariamente, querendo ou não. É muito triste e muito sério!
    Parabéns por integrar a campanha!
    Beijão

    ResponderExcluir
  38. Nice pics! Love these styles! They all look genius!
    Thanks for your sharing and posting!
    Have a nice day!


    http://www.aekk.com

    ResponderExcluir
  39. Dá tristeza só de ler. Não gosto nem de me imaginar em uma situação assim. Isso precisa mudar. Tenha uma semana abençoada, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  40. Olá, tudo bom?
    Acompanhei a outra postagem e apoio a campanha. Ler um post com relatos foi realmente bom, pois vemos que não estamos sozinhas nessa luta.
    Passando pra retribuir sua visita!
    Volte sempre <3
    | Blog Espinha Punk ! | Facebook | Twitter | Instagram |

    ResponderExcluir
  41. muito bacana sua iniciativa :D
    beijo
    http://www.tastemycloset.com/

    ResponderExcluir
  42. Adorei a campanha, li os relatos, e realmente é absurdo tantas coisas que acontece, e já aconteceu comigo também... Uma vez estava indo para o hospital, e pego ônibus, metrô e trem, e foi no metro, minha mãe sentou na cadeira e eu fiquei em pé, e um homem veio atras de mim, graças a Deus eu saí na próxima estação, em panico, chorando, porque ele se encostou em mim, fiquei com muito medo, isso aconteceu uns dois anos atrás.
    Amei o post. Beijos fica com Deus!

    http://nathalianatth.blogspot.com.br/
    Page: https://www.facebook.com/pages/Nathalia-Oliveira/423605667681407

    ResponderExcluir
  43. Isso sim é um papo muito, muito serio mesmo... Acho importante você ter abordado isso!
    Bjss
    http://d-sappy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  44. Oi,
    Primeiramente parabéns pelo post,e em segundo lugar eu acho um absurdo que em pleno ano de 2014 existem esse tipo de violência quanto a mulher(seja ela verbal ou física).
    Em relação aos depoimentos,eu fiquei pasma com as situações descritas.
    Eu espero que tudo isso mude!!!

    Páginas em Preto

    Beijos

    ResponderExcluir
  45. Que campanha ótima! Eu adorei e achei super válido!
    E infelizmente várias coisas acontecem no dia-a-dia como se fossem coisas comuns!
    Temos que lutar contra todas essas coisas!!!!
    Beijo no bolso!
    Tô Barata, mas tô na moda! | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  46. Adorei a campanha. Sempre é bom ver pessoas que apoiam a ideia.
    E seria muito bom se isso acabasse né?
    Beijos.

    garotamodamh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  47. Adorei a campanha , a violência contra a mulher infelizmente está presente no nosso dia a dia =/
    E não deixe de participar do
    Sorteio especial de Páscoa
    Bjs

    Aquarela Pink

    ResponderExcluir
  48. Todo mundo devia abraçar essa ideia, viu. Tem muita coisa pra ser dita, muita mulher pra falar. São histórias horríveis? São sim. Mas elas só parecem horríveis quando ditas do ponto de vista de vítima, que consegue expressar toda a humilhação e medo que passou. Acho engraçado como aquela história de "aconteceu com um amigo de um amigo meu" vira lenda, mas quando é a própria pessoa que sofreu o ato, parece mais próximo. Parece uma coisa que deixa de acontecer nas grandes cidades e acontece no nosso bairro. E se todo mundo falasse, as pessoas teriam essa noção.

    E eu não condeno mulher que quer andar com os peitos de fora não. Se ela quer, é a liberdade dela. Ela não é puta por isso, não é uma qualquer por isso. Não está pedindo pra ser estuprada por estar de saia curta. Aquele papo do "se quer respeito, faça-se merecedora de respeito" pra mim é balela. Ter nascido não é o suficiente pra merecer respeito, não? Essa frase, pra mim, é a mais representativa do machismo oculto e o mais nocivo da nossa sociedade.

    Um beijo
    www.naotenhopressa.com

    ResponderExcluir
  49. É muito triste ler essas coisas e saber que é algo "comum" para as mulheres. A humilhação, o desrespeito, as agressões físicas e verbais acontecem todos os dias e em qualquer lugar. É muito triste querer ser independente mas não poder sair a noite na rua, ou ter medo de sair durante o dia porque mesmo que tenha muita gente em volta é difícil alguém parar pra ajudar ou se meter em uma briga onde um energúmeno não aceitou ser ignorado e denegriu a imagem da mulher em praça pública. É realmente assustador saber que muitas vezes nem a lei nos protege. Temos o direito de ir e vir, somos donas de nós, somos todos iguais em termos constitucionais, mas na prática não é isso que parece. Eu realmente espero que as mulheres e os HOMENS se unam contra isso. Sim, os homens também, mas os homens de verdade, que respeitam as mulheres.

    Parabéns pelo post, é genial. Beijos! <3

    Blog: http://noitesinteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

-Nada de ofensas.
-Criticas e sugestões são sempre bem vindas.
-Deixe o endereço de seu blog para que eu possa retribuir.

Acompanhe no Instagram!