Vestindo Ideias: papo sério Vestindo Ideias: papo sério
Mostrando postagens com marcador papo sério. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador papo sério. Mostrar todas as postagens

15 abril 2018


O serviço de entrega dos Correios apresenta diversas falhas

O Correios é um serviço de entrega muito comum aqui no Brasil, tirando algumas transportadoras existentes eles possuem praticamente o monopólio. Acontece que devido à corrupção e falta de planejamento a empresa está a falir. E com isso, nossos pedidos de entregas tem se tornado uma tortura. Quem me acompanha nas redes sociais (Instagram e Twitter) deve ter visto que eu passei ao menos 5 dias reclamando desses serviços.

E como não é todo mundo daqui que me acompanha lá vamos resumir um pouco essa tour: Ano passado o blog fechou parceria com a Gamiss, uma loja internacional, e com isso vieram as encomendas. O pedido foi feito no final de novembro e enviado logo em seguida, apenas em janeiro foi constatado que o pacote chegou ao Brasil. Desde então, ele havia parado em Curitiba e ficado. Após um tempo até que rápido ele foi liberado sem imposto para chegar aqui em casa em 40 dias úteis. Contei os dias certinhos e daria que semana passada a encomenda deveria chegar em casa. Para diminuir a ansiedade dei uma parada de olhar, afinal: Se estressar para que? Pois bem, na segunda feira fui olhar e diziam que havia sido feitas duas tentativas de entrega.
 
dificuldade em obter encomenda pelo Correios
Print retirado do site do Correios sobre minha encomenda
Estranhei, liguei no Correios e informei que eu estava em casa e que nenhum carro havia passado aqui. Não adiantou e foram colocadas no sistema mais duas tentativas de entregas inexistentes. Feito isso aconteceu algo à mais: Ao invés do pacote ir para a central voltou para a central de distribuição e no site dizia que o pacote iria ser devolvido (no caso pra China, o que iria me causar muita dor de cabeça). Fui no CDD (central de distribuição) e em menos de meia hora consegui retirar minha encomenda.

Obs: Eu tentei abri uma reclamação por telefone, porém o sistema de reclamação estava fora do ar e foi pedido que eu retornasse em uma hora ou fizesse pelo computador. Tentei pelo computador e estava fora do ar, no final da tarde consegui fazer a reclamação até então sem reposta.

Nesse meio tempo até pesquisei se poderia processar o Correios, tendo em vista que era um calúnia falar que não havia ninguém em casa quando havia, mas pelas minhas pesquisas a resposta foi: Isso só é possível quando há um mal maior – Os exemplos dados foram: Comprou a aliança de casamento e não chegou na data ou o pedido por um remédio com urgência que foi entregue muito tarde.

Com uma pesquisa rápida com a palavra Correios e indo nas últimas no Twitter, descobri que muitas pessoas estavam passando pelo mesmo que eu. Cheguei até mesmo a ver uma garota que comprou algo da Coreia, pagou 50 reais de frete e o Correios alegando que não havia ninguém para receber devolveu a encomenda.
 
Reclamações sobre o Correios aumentam
Imagem retirada da pesquisa sobre a palavra Correios no Twitter em 15/04
Durante meus dias de reclamação encontrei muita gente passando pelo mesmo, dizendo para mim que estava com esse problema ou que esse serviço em si havia sumido com sua encomenda. E um detalhe importante para se falar aqui é que não foi apenas com encomendas internacionais (como foi meu caso) mas com nacionais também onde haviam pagado taxa extra para adquirir o produto em menos tempo.

Na televisão aqui, principalmente no SPTV 1, há sempre milhares de reclamações sobre o serviço e inclusive esses dias fizeram umareportagem onde mostrava que as encomendas não estavam indo para a agência central e sim para um lugar que normalmente era muito longe da casa da pessoa. Eu tive sorte da CDD ser perto da minha, mas sei que a maioria das pessoas não está tendo essa sorte.

É óbvio que isso poderia ser apenas uma reclamação de alguém classe média, mas até cartas normais estão demorando para serem entregues. Quem trabalha no Correios alega que é por corte de empregos muitos ficaram sobrecarregados mas o porta voz diz que não é bem assim. Óbvio que o trabalhador em si não tem culpa (ou no meu caso tem, já que não passaram aqui e nos horários e datas anotados eu estava em casa sim) e sim todos os que lucram nas costas de quem tem que carregar cartas o dia todo, principalmente porque o carteiro da minha região algumas vezes tem passado aqui às 19h de tanto o volume de entrega dele. Então como a empresa diz que os trabalhadores não estão sobrecarregados?

A verdade é que a empresa tem o monopólio aqui no Brasil e são poucas as empresas que enviam por transportadora ou tem a sua própria. Eu fiquei muito nervosa por conta de roupas e maquiagem (veja o post de recebidosaqui) mas fiquei pensando em quem compra itens realmente importantes.

Além de tudo, ainda estou esperando ao menos 6 encomendas de marcas aqui em casa e torcendo para que alguma delas me envie o código de rastreio para que eu possa buscar no CDD. Os serviços estão cada vez piores e espero  que minhas encomendas voltem à serem entregues e os trabalhadores dela não sejam mais sobrecarregados.

Se você tem alguma experiência ruim como a minha com os serviços dessa transportadora me comenta aqui embaixo seu relato.

14 fevereiro 2018

Apesar de falarem que cabelo liso não dá trabalho, isso é um mito. O cabelo liso possui algumas características que demonstram o quanto precisam de cuidado e que muitas vezes acabamos por nem perceber. Recentemente, surgiu na internet um post onde uma garota reclamava de ter andado em três locais antes de encontrar algo para seu cabelo liso - isso é uma realidade. Só que o me real impressionou foram comentários como "mas cabelo liso não precisa de nada especial" ué, quem disse? 

Recentemente a Salon Line lançou uma linha de lisos, usei e preciso dizer: meu cabelo sentiu muita diferença. A verdade é que sim, nós precisamos. O post em si era sobre creme de pentear isso me deixou encucada, por motivos de:


  • O cabelo liso costuma embolar com facilidade
  • Quando se é fino, a quantidade de nó pós o banho é inacreditável


E falando em quebra, também é por esse motivo que devemos passar o creme de pentear no cabelo, passando-o evita de sofrermos na hora de passar o pente e também que deslize com mais facilidade.
usando creme de pentear em cabelos lisos

Outro mito é que muitas pessoas que dizem que o cabelo é oleoso e por isso não deve-se passar creme de pentear. A verdade é que creme de pentear deve ser passado nas pontas do cabelo e não na raiz e com isso o cabelo não adquire oleosidade. Uma dica extra que dou nesses casos é passar apenas uma quantidade de um grão de café por parte do seu cabelo, quando dividido em três.

Eu sempre procuro nas marcas algo escrito para "cabelos lisos" porque sei que aquilo ali vai agir corretamente no meu fio. O cabelo como qualquer outro precisa de cuidados: hidratação - mesmo quando não tem química, reposição de massa, creme de pentear e por aí vai então não dá para simplesmente sair afirmando que esse tipo de cabelo não tem com o que se preocupar. Obviamente, passamos anos tendo apenas produtos para cabelo com progressiva e quem tem curvaturas no cabelo sofreu e está na hora de sofrermos também. Porém, porque a indústria não consegue simplesmente criar dois tipos de lançamento ao invés de focar em apenas um? Não há nada errado em ter mais produtos de cacheadas - afinal, tem muitas particularidades - mas é errado sim não pensar em todos os públicos.

A verdade é que sim, podemos usar os produtos de cabelos ondulados, cacheados e crespos mas porque não podemos ter também algo para nosso cabelo? Isso sem contar que esses cremes costumam ter uma hidratação maior e consequentemente no meu caso de cabelo liso, fino e oleoso não dá certo na maioria das vezes.

O que a indústria de cosméticos precisa pensar é que no Brasil existem os mais diversos tipos de cabelos e todos querem cuidá-los. Então não vamos focar em apenas um público, mas em todos e permitir que todo mundo escolha o cabelo que deseja.


obs¹: Meu cabelo é liso desde sempre, de química ele possui apenas tintura.
obs²: Estou falando de cuidados para cabelo liso e que todos os tipos de curvatura capilares merecem ter seus produtos.

05 outubro 2017

Você se veste para você ou para os outros?

O ato de se vestir é algo incorporado ao nosso cotidiano que faz parte da nossa rotina e que pra mim foi bem evidente com o meu trabalho de conclusão do curso. Sabia que só o fato de você se vestir mostra que você é independente?

Arrumar-se pra sair é algo mais comum do que você pensa - não estou falando sobre gostar ou não de moda - e é tão usual que nem ao menos pensamos antes de fazer isso. Mas tem uma questão importante que queria discutir com vocês:

Você se veste para você ou para os outros?
Foto:Pinterest

Sim, isso mesmo. Quando você veste uma roupa você pensa "Estou linda" ou pensa "Nossa fulana vai me achar linda"? Se a sua resposta for a segunda vamos conversar. O nosso cérebro, segundo algumas pesquisas, leva apenas meio segundo para formar a opinião sobre alguém, então sua roupa faz sim diferença em relação à isso.

A roupa que você veste influencia nesse quesito, por isso tantos sites e revistas sempre enfatizam nas manchetes de "como descobrir seu estilo", "como ser confortável usando social" porque principalmente nos negócios isso é muito importante.

Quando você deixa de pensar em você e pensa apenas nos outros para se vestir automaticamente está também mudando a primeira impressão que alguém pode ter de você. Algumas vezes temos sim que pensar nos outros dependendo do seu trabalho, mas não podemos deixar que isso se torne alguém para você.

Como parar de comparar seu estilo

Isso é um dos maiores motivos que leva alguém a ficar pensando no outro: você compara seu estilo com alguém. Cada pessoa é única e disso todo mundo está cansado de saber, sendo assim não dá para se comparar.

Uma das formas de parar com tal atitude é vendo o que você gosta no que a outra veste e adicionando isso ao seu estilo de forma que não imite a sua inspiração. Quando você faz isso você descobre se é uma forma de você se auto menosprezar ou apenas se era desejo em se vestir daquele jeito.

Pode parecer difícil, mas é muito importante que cada um se vista apenas do jeito que se sente bem.

24 agosto 2017

Se você deixa de usar uma roupa por pensar que é pra quem é magra ou pra quem tem mais “corpo” que você há uma grande chance de você ter um sabotador fashion. Ele pode vir de uma cultura geral ou você pode ter um auto sabotador.

Sabotadores em linguagem de couching são pensamentos e atitudes que te imobilizam não te deixa fazer algo ou ir para frente. Eles podem ser mais gerais como “ninguém conseguiu não vou nem tentar” ou ser algo mais para “nunca vou conseguir fazer”.  Segundo o especialista em couching Shizard Chamine eles impedem a realização plena do potencial de cada um.

A moda é social, logo como é ligada a sociedade como um todo e sendo assim possui sabotadores, principalmente os auto sabotadores.

Pra você identificá-los é muito fácil, é só você sair para fazer compras. Metades dos manequins ainda são de tamanhos nada proporcionais ao corpo das brasileiras, o que dificulta a ideia de que você pode usar tudo. Quando você não possui um referencial estético tudo fica mais complicado, principalmente porque segundo alguns estudos você demora 5 segundos (alguns dizem até menos) para julgar alguém, mesmo que inconscientemente, pelas suas roupas.

Há também os vários sites da internet que te dizem como você deveria se vestir, isto é, colocam regras do que se deve ou não usar. Alguns exemplos são: Se é baixinha nem pense em usar calça flare, se é alta nada de salto, se é gorda nada de cropped ou shorts curto e por aí vai. Quando você lê muito sobre como você deveria se vestir acaba passando adiante algumas informações.

Como exemplo vou falar de algo pessoal, quando posto um look aqui pelo blog recebo comentários de “queria ser magra como você para poder usar” ou “tá muito curta, não acho legal” como se pra tudo tivesse uma regra, um empecilho. As fotos enganam, eu e meu manequim 40 (depende da loja chego até a usar 44 e sem problemas) não ligamos muito para regras e fico feliz em parecer magra nas fotos, mas não gosto da sensação de que estou falando com uma minoria perfeita, já que meus looks servem para inspirar e não lembrar as pessoas de padrões impostos pela sociedade no geral.

O problema em questão não é existir sites com dicas, isso na verdade é muito útil, o errado é principalmente os blogs no geral  te imporem como você deve usar. Uma dica ou outra é legal, mas às vezes por ser baixinha quero usar estampa listrada na diagonal e não há nada errado com isso.

Sempre ouvi que regras foram feitas para serem quebradas e acredito que seja verdade. Não é certo sair falando “tem que ter corpo para usar” ou que a pessoa isso ou aquilo. Se você não acredita é só procurar por exemplo de pessoas que fogem das regras e são consideradas fashionistas por isso.


Não deixe as regras da moda falarem por você e também lute contra os sabotadores fashions. Enfrente as pessoas que comentam regras de como se vestir nas postagens e vídeos. E principalmente não deixe ninguém falar por  você.

16 maio 2017

Foto: Pinterest


Vou logo respondendo a pergunta acima e dizendo que não, ninguém é obrigado a nada. Pra quem não sabe do que estou falando, armário cápsula é quando a pessoa tem o menor número possível de roupas, elas variam em torno de 15, 30 e 45. Essas roupas precisam ser versáteis e se adaptar a qualquer situação.

Até aí tudo bem porque confesso que eu não tenho lá uma quantidade de roupas muito grande. A grande pegada do armário cápsula é dar um break no consumismo exagerado e fazer você usar apenas que tem, o que vendo pelo ponto de vista da sustentabilidade é bem ok.

Mas Carla se você sabe que é bom porque é contra? Aí é que está, eu não sou contra apenas não concordo em como isso em alguns momentos consegue ser imposto na pessoa ao invés de se fazer por gosto.

Eu apoio a moda sustentável e acredito que todos devem seguir uma vida assim, mas não acho que exista um guia de como agir e sim ações que te levam a alcançar um objetivo. A ideia do armário cápsula nunca fui limitar as pessoas e sim expandir os horizontes quando conseguimos enxergar o bem que fazemos ao não consumir roupas exageradamente. 

Ter um armário cápsula é pra quem tem vontade em mudar, vontade de se preocupar menos com o que vai vestir (sem perder o estilo, lógico) mas não pra ser um fator determinante se você é alguém que se importa com sustentabilidade ou não. Porque você já parou pra pensar naquela pessoa que tem que se vestir de social pra trabalhar? Como é que ela vai conseguir ter 15 peças? Teria que ter no mínimo 45 pra poder ter roupas a serem usadas apenas aos finais de semana. Vale sempre lembrar que armário cápsula não é ter 10 roupas apenas e sim 10 para cada estação para assim você guardar aquilo que não precisa para aquela época.

E vocês, o que acham de armário cápsula?

Me siga @caahwolf