Resenha - Filme: O Touro Ferdinando - Vestindo Ideias Resenha - Filme: O Touro Ferdinando - Vestindo Ideias

10 janeiro 2018

Resenha - Filme: O Touro Ferdinando

Atualmente muito vem sendo discutido sobre cosméticos cruelty free, veganos, roupas veganas e até mesmo alimentação que não envolva carne nem nada animal. Nesse meio encontramos O Touro Ferdinando, filme dirigido por Carlos Saldanha (Rio 1 e 2, A Era do Gelo 1, 2 e 3), que estreia dia 11 de janeiro nos cinemas. Caso você se recorde, em 1936 Munro Leaf lançou o livro "Ferdinando, O Touro" que foi relançado pela editora Intrínseca recentemente.

Situado na Espanha, vive-se Ferdinando - o bezerro. A personagem não gosta de brigas, nem para brincar, prefere ficar em seu canto regando sua flor que nasce em meio à terra batida. Na Casa Del Toro, onde vive há também três outros touros - pais dos bezerros (além de seus filhos). Um dia um toureiro aparece por lá em busca de um animal para sua apresentação na arena, o pai de Ferdinando é o escolhido.

É à partir de então que o filme começa à acontecer. Seu pai não volta da tourada e no desespero de estar perdido o pequeno bezerro Ferdinando foge de sua atual casa e acaba parando na residência de um simpático floricultor e sua filha.

Os anos passam e Ferdinando deixa de ser um bezerro e se torna um touro, mas não qualquer touro: Um touro preto enorme que o faz parecer bravo, mas ao contrário do que pensam ele apenas gosta de cheirar flores.

O livro, caso você tenha lido, conta uma história bem diferente ainda mais por serem apenas 10 páginas e uma história pouco desenvolvida por ser um livro infantil, mas algumas coisas são iguais. Vamos continuar então, Ferdinando desobedece seus donos e vai para a cidade depois de grande, por isso acaba sendo mandado de volta para Casa Del Toro e suas mordomias acabam.

Ferdinando é aquele típico amigo que todo mundo tem e que não se mete em briga de jeito nenhum mas pode ser aquele também que tudo dá super errado por culpa exclusivamente dele. O filme tem 108 minutos de duração, confesso que em 20min entre o começo e o meio achei um pouco parado, mas que depois o filme conseguiu me prender.

Se no livro tiramos como lição que não devemos forçar ninguém à ser quem não é, no filme podemos tirar conclusões ainda maiores, principalmente envolvendo a tourada. Recentemente tivemos na Espanha muitos casos de touradas que foram condenados, como a Catalunha ter proibido e muitos locais terem diminuído a "violência" nessa prática - que acho um absurdo inclusive.

Chega um momento do filme em que os personagens dizem "ou vira touro de briga ou churrasco" e confesso que foi um dos momentos mais pesados, não sou vegetariana e por isso me senti realmente mal em perceber que estou comento seres vivos, mas mas deixar essa história pra outro dia.

Os personagens secundários chamam à atenção e não temos dúvida! A cabra que se torna amiga de Ferdinando é uma figura à parte que nos cativa desde o primeiro momento! Os touros, os ouriços e até os cavalos foram além de personagens secundários essenciais para desenvolvimento do filme. No filme temos até mesmo a rivalidade entre cavalos x touros, que podem ser interpretadas de diversas maneiras se levarmos pro lado mais sociológico da história. 

Um adendo importante é que o filme foi assistido em 3D, porém não vi necessidade. No começo parece que vão ter muitos efeitos mas conforme vai passando o filme perde o sentido ser em 3D, então assista normal.

No geral, é um bom filme apesar de algumas falhas no roteiro. É aquele típico filme que te comove e que te faz chorar e vibrar. Além claro, de poder trazer diversos assuntos super importantes para serem discutidos com as crianças.

Levem seus filhos para assistir, assista vocês mas principalmente: reflitam após o filme, como eu fiz.

*Filme assistido na cabine de imprensa no dia 09/01




26 comentários:

  1. Eu adorei o trailler desse filme, confesso que estou louca para poder assistir. Mas achei bem chocante a parte do "Ou vira touro de briga ou vira churrasco". É algo para ser refletido mesmo.
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir
  2. A história é bem bacana, mas confesso que não curto muito assistir desenho no cinema!

    bjs

    http://www.tpmbasica.com.br/2018/01/resenha-agua-micelar-da-koloss.html
    youtube.com/tpmbasica

    ResponderExcluir
  3. Carla, eu estou doida para ver esse filme. Realmente traz assuntos para discutirmos. Inclusive pela sua resenha, dá até para mexer um pouco com o emocional. xD

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha. E gente, esse filme parece tão tocante né!? Ainda mais abordando um tema assim, o bom disso, é que as crianças já crescem questionando sobre tais assuntos.
    http://vinipratez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. E eu achando que era só um desenho qualquer. Parece que o filme discute assuntos sérios e polêmicos né? Gostei da sua resenha.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  6. Ahh, que gracinha! Eu tava morrendo de curiosidade pra ler tua resenha porque vi tu falando bastante do filme no Instagram. Achei bem interessante toda essa ideia por trás de conscientizar sobre as touradas.. em Floripa rolou algo parecido por causa da farra do boi, que é proibida, mas de vez em quando ainda tentavam fazer e machucavam muito o pobre do animal :/ uma tradição meio estúpida que ainda bem está sendo extinta.


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabia dessa Farra do Boi, que absurdo!!!! Sério, com tanta modernidade ainda precisamos nos divertir às custas dos animais que não entendem nada??Absurdo!

      Excluir
  7. Quero muito ver, eu adorei o trailer, aproveito e já levo meu irmãozinho também hahah to muito curiosa para conferir :)
    Beijos,
    https://blogluanices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. nunca tinha ouvido falar mas pelo que percebi toca em alguns assuntos sensiveis, é uma otima coisa :)
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha e fiquei super curiosa com o filme assim que vi o trailer, com certeza quando tiver a oportunidade vou assistir, parece ser ótimo mesmo.

    Beijos
    http://www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  10. Estou louca para assistir esse filme parece super! Ótima crítica, beijos!
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
  11. Essa animação é muito fofa. Só vi o trailer mas achei bonitinho.

    Big Beijos,
    LULU ON THE SKY

    ResponderExcluir
  12. Eu achei o filme muito lindo! Eu esperava ver uma animação bem feita e uma estória até triste e melancólica, mas do início ao fim o tom é positivo. Pais e filhos vão adorar os personagens e aprender preciosas lições de otimismo consciente, de bondade e amizade, enquanto se divertem a valer. Uma ótima pedida para as férias, vale o ingresso e a pipoca da família inteira. Honestamente, é um dos melhores filmes de animação que vi no ano passado. Envolvente desde os primeiros minutos, a sensível estória leva a gente a pensar sobre como encaramos nossa vida. É muito fácil se identificar com os personagens e seus dramas, e o mais surpreendente é que há tanto bom humor que o peso do contexto (um touro que tem como destino uma tourada não é nada mais do que uma alegoria da humanidade rumando para o final inevitável da morte) permanece como uma leve ameaça constante porém sem dominar os sentimentos do espectador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei essa comparação que você fez! Acredito que é isso mesmo, senti essa relação com a sociedade mas não soube explicar. Muito obrigada pelo comentário!

      Excluir

-Nada de ofensas.
-Criticas e sugestões são sempre bem vindas.
-Deixe o endereço de seu blog para que eu possa retribuir.

Me siga @caahwolf