Mudança radical no visual

Vocês não leram errado, eu resolvi mudar meu cabelo. Não foi nada de corte químico nem nada mas vou dar uma explicada básica para vocês. Com esse final de faculdade eu estou me vendo perdida, sem ter que estudar ano que vem e sem trabalho (eu faço uns freelas e estou montando portfólio, mas infelizmente não ganho dinheiro com nada na maior parte do tempo) e eu entrei em contradição comigo mesma. Simplesmente me olhava no espelho e não conseguia me reconhecer, sério.

Então nessa semana eu falei pra minha mãe que eu queria marcar cabeleireira (só tenho confiança com uma) que eu queria cortar e pintar. Cheguei lá e todo mundo achou que eu ia cortar só um pouco, quando viram o quanto eu queria cortar ninguém acreditou. Mas sério, eu precisa me olhar no espelho e me sentir bem. Talvez eu tenha sido influenciada pela Rory (mesmo já tendo visto essa série, quando revemos né) e cortar o cabelo esteja sendo meu rito de passagem para uma vida mais adulta.

Enfim, vou mostrar as fotos para vocês:



Eu sei que vocês vão falar que agora que tenho vários produtos eu vou lá e corto o cabelo, olha queria dizer que eu tenho uns 3 ou 4 shampoos bombas aqui comigo e vou começar a usar, então não se preocupem, essa mudança é temporária. Afinal, cabelo cresce né? 

Sendo sincera, eu to amando meu cabelo! Acho que me deu uma nova face né? Estou só pensando agora em jogar um pouco de cor nele, estou com um pouco de medo de ser chamada para alguma entrevista mas vou me arriscar. Sugestões de cores?

Mas então, gostaram dessa mudança?

Resenha: Creme Condicionador - Crema de Cristalli da Alfaparf Milano

Eu ando experimentando muitos produtos e olha: meu cabelo nunca esteve tão hidratado. Sempre uso esses hidratantes sem enxague com o pé atras, porque meu cabelo além de ser bem oleoso é também muito fino, então qualquer coisa acaba o deixando super pesado.

Mas como boa curiosa eu penso: Se der errado é só lavar. Então, vamos ver.

O que é: Como está escrito na imagem abaixo, é um creme condicionador feito para pentear e que possui um efeito luminoso. A ideia é que ele proporcione maciez e brilho intenso, facilitando na hora de pentear os fios.
Detalhes: Uma coisa que me chamou à atenção foi a consistência do produto ser tão fina, sem ter aquela característica de hidrante. Acredito que tenha sido isso que tenha impedido meu cabelo de ficar oleoso. A aplicação eu não achei das mais fáceis, já que por ele ser bem aquoso pode acabar desperdiçando, então tem que ser um cuidado a mais.
O que eu achei: Ele não deixou o meu cabelo oleoso, uma vez usei ele assim que saí do banho com o cabelo bem úmido e ele ficou um pouco pesado (mas não ficou com oleosidade), na segunda vez usei ele com o cabelo menos úmido e ele ficou bem melhor, isso sem contar que ao usá-lo temos que deixar o cabelo secar naturalmente. Também achei que ele hidratou bastante, e o cheiro é ótimo também!

Resultado: Meu cabelo ficou bem brilhante e solto, o que é um ponto positivo e quem tem cabelo oleoso como o meu pode usar sem pensar duas vezes! Outra coisa que senti também é que ele deixa as cutículas do cabelo bem fechadas e tenho tomado muita garoa aqui em São Paulo ultimamente, e meu cabelo não tem ficado com eletricidade como faz normalmente, acredito que esse condicionador ajuda a manter ele no lugar.

Onde encontrar: Acredito que por a marca já ser bem popular é possível encontrar em qualquer perfumaria, na internet eu só encontrei aqui e está indisponível, mas quem sabe vocês tenham mais chance e encontrem em outro lugar. 

E então, já conheciam a marca e/ou usaram algo dela?

Look: Saia pied de poule com sapatilha nude

É com imenso prazer que digo que esse foi o look que usei para apresentar o TCC hoje (a propósito tirei 10!!). Como no meu curso não há necessidade de ir de social, optei por ir em um estilo que costumo usar bastante: Saia + meia calça. A sapatilha confesso que raramente uso, acho muito desconfortável.

No final das coisas gostei da composição, ficou simples mas boa e acredito que tenha ficado até mesmo com carinha de social, risos.




Minha perna não sei porque saiu torta, devia estar torta na hora de tirar a foto.

Saia: Artesanato | Meia calça: Lupo | Sapatilha: Loja local | Regata: Acervo

Ai e pra quem é novo por aqui, grande parte das minhas roupas são compradas em brechó ou em lugares de artesanato, porque acredito muito na produção independente e na maior parte do tempo eu saio lucrando com isso.

E então, gostaram do look?

Diário de viagem – João Pessoa, PB (Parte 01)

            Olá, pessoas! Hoje não vou falar de literatura, mas vou contar sobre a viagem que fiz no último feriado. Ganhei de aniversário uma viagem, fui com a minha família para João Pessoa, capital da Paraíba. Foi minha primeira vez no Nordeste e estou aqui para contar tudinho para vocês.
            Saímos do aeroporto de Guarulhos por volta da meia-noite do dia 11 para o dia 12 de novembro, eu, minha mãe, meu pai e o meu namorado. Depois de quase três horas no avião, chegamos à capital paraibana. O mais curioso é que foi como se nosso voo tivesse uma hora a menos, pois lá não tem horário de verão. Fomos muito bem recebidos pelo guia da Luck, o receptivo local. Ele nos levou até o Hotel Lagoa Park, no centro da cidade, onde ficamos hospedados. Chegando no hotel, fizemos o check in e fomos para o quarto. Lá faz MUITO calor, mesmo de madrugada, o que nos obrigou a ligar o ar condicionado. Quando fomos dormir, lá pelas 4:45 da manhã, o dia já clareava, o sol nasce mais cedo lá porque João Pessoa é a cidade mais ao leste do Brasil.
Somos lindos <3

Dia 01 – Litoral norte com Bolero de Ravel no pôr do sol
            Algumas horas depois da nossa chegada, já estávamos tomando café da manhã (muito bom por sinal). O pessoal do receptivo veio nos buscar cedinho para nosso primeiro passeio: uma praia no litoral norte da cidade e um espetáculo ao pôr do sol. A guia, Fernanda, nos levou primeiro para conhecer o projeto da ONG Guajiru, que protege as tartarugas marinhas que desovam por aquelas praias, por pouco não conseguimos acompanhar a desova, que acontece nesse período. Depois, fomos a uma grande outlet das Havaianas (porque compras sempre fazem parte do passeio...), lá descobri que a marca Havaianas é paraibana.
            Nossa próxima parada foi na Praia do Bessa, onde ficamos tempo suficiente para tomar banho de mar, dar uma volta na praia e almoçar. Comemos no restaurante Lovina, de frente para a praia, onde nos foi servido um arroz de lula com pimenta de cheiro (um prato parecido com um risoto). A comida de lá era muito gostosa e farta, uma porção que eles diziam servir duas pessoas serviria quatro tranquilamente.
O visual que a gente tinha do restaurante era bem convidativo...
Se tem uma coisa da qual sinto falta de João Pessoa, é a comida
A entrada do restaurante
         Depois do almoço, visitamos o Forte de Santa Catarina, construído no século XVI, onde ocorreram diversas batalhas durante as invasões holandesas. O guia local, conhecido pelo apelido de Big Big, um cara engraçadíssimo, nos explicou de forma muito bem humorada a história do forte e um pouquinho da história do estado da Paraíba, foi muito divertido. Lá no Forte experimentei um suco de mangaba, uma fruta típica do Nordeste, tem um sabor marcante, adocicado e azedinho ao mesmo tempo, muito bom.
O céu no alto do Forte
            Do Forte fomos diretamente para a Praia do Jacaré, onde embarcamos num catamarã (embarcação de dois andares) e navegamos sobre o Rio Paraíba. Na embarcação, tivemos um show de forró com dançarinos vestidos de Lampião e Maria Bonita, enquanto apreciávamos o final de tarde. Na altura do pôr do sol, assistimos ao show do saxofonista Jurandy, que todos os dias toca o Bolero de Ravel sobre uma canoa no rio durante o pôr do sol. O céu estava um pouco nublado, mas mesmo assim o espetáculo foi incrível.
O catamarã

O pessoal do barco estava bem animado!

O espetáculo ao pôr do sol











Voltamos para o hotel exaustos e felizes depois desse dia maravilhoso e atribulado. Jantamos num dos quiosques do Parque Sólon de Lucena, que fica em frente ao hotel e fomos dormir. Nesse primeiro dia descobri que o povo da Paraíba é incrivelmente simpático, que a comida de lá é muito boa e que para todo lugar que você olhar verá uma paisagem maravilhosa. Gostou? Semana que vem tem mais!