[Estreia] “Você Nunca Esteve Realmente Aqui” é um filme do gênero de drama surpreendente - Vestindo Ideias [Estreia] “Você Nunca Esteve Realmente Aqui” é um filme do gênero de drama surpreendente - Vestindo Ideias

07 agosto 2018

[Estreia] “Você Nunca Esteve Realmente Aqui” é um filme do gênero de drama surpreendente



Para quem gosta de filmes com uma violência não explícita é uma boa pedida

O filme dirigido por Lynne Ramsay, conhecida pelo longa Precisamos falar sobre o Kevin, tem um teor de violência melancólica que lembra um pouco sua obra antiga. Em Você nunca esteve realmente aqui, vemos um veterano de guerra que ganha sua vida salvando garotas e  sendo violento com quem abusa delas. A violência não é explicita, não há enquadramento nessas horas é algo mais distante, aterrorizador e enfocada por enquadramentos de corpo inteiro.
crítica filme você nunca esteve realmente aqui
Imagem Divulgação

O longa é baseado na obra de Jonathas Ames, e retrata como é a vida de alguém que tem um trabalho violento e como ele é com as pessoas que ama. A fluidez do filme é garantida com a trilha sonora, dirigida por Jonny Greenwood da banda Radiohead, e os efeitos, que dão ritmo até mesmo em cenas paradas.
A fotografia, efeitos e referências com filmes de Tarantino, por exemplo, são vistas facilmente. O ritmo é bem diferente de Hollywood, mas confesso que dessa vez deixou a desejar. Apesar de ser necessário para entendimento do enredo, houve muitas partes longas e desnecessárias.
Crítica você nunca esteve realmente aqui
Imagem divulgação

O roteiro tem falhas e acredito que por se tratar do psicológico poderia ter sido melhor explorado, o personagem  Joe, interpretado por Joaquin Phoenix, apesar das falhas de roteiro consegue superar esses problemas por conta de sua atuação. O personagem Joe não é de se expressar através da fala, mas por suas expressões e memórias fortes criam um clima incômodo durante toda a sessão, que lembra bastante à obra por qual Ramsay ficou conhecida.
Apesar da atuação fantástica, senti falta de conhecer um pouco mais sobre a garota que estava sendo salva, sobre o porquê de tudo ter acontecido e até uma maior atenção aos problemas psicológicos de Joe, que consegue ser violento e amoroso sem mudar muito.
Os detalhes do filme são excepcionais, ainda mais pelo enfoque no martelo que o personagem usa para matar suas vítimas, ou na preocupação dele com o que comprar para agradar uma garotinha que estava sendo usada pelo tráfico.
crítica você nunca esteve realmente aqui
imagem divulgação

Apesar de uma boa premissa, em minha impressão se tornou um filme raso e o que realmente o salva é a atuação de Joaquin. O filme mistura ação, suspense e drama e como dito possui um ritmo bem diferente do habitual e que poderia ter sido feito de outra maneira, talvez a preocupação com a estética tenha sido maior do que a complexidade do roteiro. Apesar de Ramsey falar sobre temáticas não exploradas, o filme não chega aos pés de suas outras obras e deixou a desejar em emoção, mas não em sangue e clima pesado que são uma de suas caraterísticas e porque atualmente o filme está sendo comparado à taxi driver. Apesar de válida a comparação, acredito que só uma boa fotografia não conseguiria salvar um filme que deixou tantas falhas no ar. O filme estreia no dia 9 de julho de 2018.
Sinopse: Um homem, veterano de guerra, ganha a vida resgatando mulheres presas em cativeiros trabalhando como escravas sexuais. Após uma missão malsucedida em um bordel de Manhattan, a opinião pública se torna contra ele e uma onda de violência se abate na região.

Ficha técnica:
Data de lançamento 9 de agosto de 2018 (1h 30min)
Direção: Lynne Ramsay
Elenco: Joaquin Phoenix, Ekaterina Samsonov, John Doman mais
Gêneros: Suspense, Drama
Nacionalidades: Reino Unido, França, EUA
Produção: British Film Institute (B.F.I.)
Distribuidor brasileiro (Lançamento): Supo Mungam Films


Locais de exibição:SÃO PAULO:Espaço Itaú de Cinema Augusta,Caixa Belas Artes,Reserva Cultural,Cinesala,Kinoplex Itaim e Cinesystem Morumbi Town / RIO DE JANEIRO:Estação NET Botafogo,Estação NET Gávea,Espaço Itaú de Cinema Botafogo,Espaço Rio Design,Cine Star Laura Alvim eKinoplex Fashion Mall / BELO HORIZONTE: Cinema Belas Artes / BRASÍLIA:Espaço Itaú de Cinema Brasília eCine Cultura Liberty Mall / PORTO ALEGRE:Espaço Itaú de Cinema Porto Alegre e Guion Cinemas / CURITIBA:Espaço Itaú de Cinema Curitiba / NITERÓI:Rserva Cultural Niterói / SALVADOR:Espaço Itaú de Cinema Salvador eSaladearte Museu / RECIFE:Moviemax Rosa e Silva,Cinema da Fundação Derby eCinema da Fundação Museu / FORTALEZA:Cinema do Dragão/ FLORIANÓPOLIS:Cineshow Beiramar/ GOIÂNIA:Lumière Bougainville/ VITÓRIA:Cine Jardins/ SANTOS:Espaço Miramar / TERESINA:Cinemas Teresina / MACEIÓ:Cine Arte Pajuçara /

6 comentários:

  1. nossa que suuuuuuuuper boa indicação! eu adoro o joaquim phoenix e esse tipo de filme, com certeza absoluta eu ja quero assistir!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Olaa! Tudo bem?
    Tinha ficado super interessada na premissa, mas essa coisa de filmes mais parados me irritam um pouco.. então como acabou deixando um pouco a desejar, acho que não veria..
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Gostei de sua resenha e como você descreveu o filme. Eu adorei "Precisamos falar sobre o Kevin'.
    Bom restante de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Estamos de volta do hiatus!

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

-Nada de ofensas.
-Criticas e sugestões são sempre bem vindas.
-Deixe o endereço de seu blog para que eu possa retribuir.

Me siga @caahwolf