Vestindo Ideias: couching Vestindo Ideias: couching
Mostrando postagens com marcador couching. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador couching. Mostrar todas as postagens

26 agosto 2018

Todos nós temos uma mistura muito especial de talentos e potenciais. E saber quais são e onde estão essas preciosidades, bem como entender como usá-los, pode ser o caminho para o sucesso e a felicidade.

Fonte: Maju Canzi
Mesmo que você esteja vivendo um período difícil e cheio de obstáculos, acredite: você é a pessoa mais importante do seu mundo”! A frase é da Astróloga e Coach Maju Canzi, que ensina como usar os potenciais que todos temos para encontrar uma trajetória autoral: “só você tem a sua mistura própria de talentos e potenciais que o fazem alguém único e insubstituível para a jornada a que você se propôs. Por isso, nada de desperdiçar suas forças com o que não foi ou devia ter sido. Invista em descobrir seus talentos e construir uma nova estrada, entendendo como usar seus dons verdadeiros e como colaborar com o universo através da sua presença”.
Maju explica como a Astrologia pode ajudar nesse caminho: “o seu Mapa Astral Natal é a foto exata do céu no momento em que você nasceu. Com ele, podemos entender sua identidade (seu Sol), sua personalidade exterior (seu Ascendente), a forma como lida com sentimentos (sua Lua), seu principal aprendizado de vida (seu Nodo Norte), seu sucesso (sua Casa 10), só para citar alguns elementos que formam esse blend único de talentos e potenciais que é VOCÊ. Segundo ela, ao entender de onde viemos e para onde devemos ir para encontrar nosso lugar no mundo e a nossa felicidade, nos tornamos mais autores da nossa própria história, aceitamos mais nossa luz e nossa sombra, e nos permitimos ser quem realmente desejamos ser.
Tomando consciência das muitas características que nos formam, fica mais fácil entender, por exemplo, aquilo que nos motiva, e o que está impresso em tudo que fizemos. "Quando entendemos o nosso ponto de equilíbrio, fica muito mais fácil traçar um caminho que esteja em sintonia com o nosso eu interior”, explica Maju.
melhores potenciais segundo a astrologia
Foto: Divulgação

E como investir em nossos melhores potenciais?
Segundo a Astróloga, o primeiro passo é conhecê-los. E a partir daí, iniciar um caminho de amor-próprio, aonde você possa expressar seus talentos e seu valor como forma de contribuir para o todo. “É isso que gera o gás que precisamos para colocar nossos objetivos em prática. A vida é um milagre e se ela não nos parece assim, algo está fora de sintonia. Encontrar esse ponto de equilíbrio entre o que desejamos e o que nos faz realmente feliz é ouro, e conhecer seu mapa astral pode ser o primeiro passo, que vai te fazer entender porque determinadas coisas simplesmente não fazem parte da sua vida, e outras retornam em ciclos, como uma necessidade gritante de aprendizado”.
Uma grande dica é: “não se apresse e nem ache que seu processo está muito longe de acontecer. Ansiedade só prejudica essa jornada riquíssima que é o encontro com nosso verdadeiro eu. Cada pessoa tem seu momento de começar e seu tempo de entender os seus próprios caminhos e a forma como o universo “fala” conosco. Invista em autoconhecimento, traga luz aos seus maiores potenciais, permita-se entender quais são e como utilizá-los”, finaliza.
Saiba mais
Sobre Maju Canzi
A sagitariana mais taurina que já existiu. É bacharel em administração de empresas e estuda mistérios, desenvolvimento pessoal e liderança inspiradora desde 2010. Criou o Portal Mulher Integral e é co-criadora do Blend You. Possui 4 certificações em Coaching: SBCoaching, Coaching Express, Talt Coaching e Instituto Coaching Financeiro. Certificação em terapia floral (FSG - Saint Germain), Kundalini Yoga pelo Nanak Institute e Constelação Familiar pelo IDESV. É co-autora dos livros “Damas de Ouro” e "366 dias de Aprendizados".  Uma profissional que se dedica a buscar e compartilhar formas de viver uma vida mais próspera e autêntica, com progresso material e evolução espiritual.

Mais informações:
Maju Canzi | www.majucanzi.com | contato@majucanzi.com

24 agosto 2017

Se você deixa de usar uma roupa por pensar que é pra quem é magra ou pra quem tem mais “corpo” que você há uma grande chance de você ter um sabotador fashion. Ele pode vir de uma cultura geral ou você pode ter um auto sabotador.

Sabotadores em linguagem de couching são pensamentos e atitudes que te imobilizam não te deixa fazer algo ou ir para frente. Eles podem ser mais gerais como “ninguém conseguiu não vou nem tentar” ou ser algo mais para “nunca vou conseguir fazer”.  Segundo o especialista em couching Shizard Chamine eles impedem a realização plena do potencial de cada um.

A moda é social, logo como é ligada a sociedade como um todo e sendo assim possui sabotadores, principalmente os auto sabotadores.

Pra você identificá-los é muito fácil, é só você sair para fazer compras. Metades dos manequins ainda são de tamanhos nada proporcionais ao corpo das brasileiras, o que dificulta a ideia de que você pode usar tudo. Quando você não possui um referencial estético tudo fica mais complicado, principalmente porque segundo alguns estudos você demora 5 segundos (alguns dizem até menos) para julgar alguém, mesmo que inconscientemente, pelas suas roupas.

Há também os vários sites da internet que te dizem como você deveria se vestir, isto é, colocam regras do que se deve ou não usar. Alguns exemplos são: Se é baixinha nem pense em usar calça flare, se é alta nada de salto, se é gorda nada de cropped ou shorts curto e por aí vai. Quando você lê muito sobre como você deveria se vestir acaba passando adiante algumas informações.

Como exemplo vou falar de algo pessoal, quando posto um look aqui pelo blog recebo comentários de “queria ser magra como você para poder usar” ou “tá muito curta, não acho legal” como se pra tudo tivesse uma regra, um empecilho. As fotos enganam, eu e meu manequim 40 (depende da loja chego até a usar 44 e sem problemas) não ligamos muito para regras e fico feliz em parecer magra nas fotos, mas não gosto da sensação de que estou falando com uma minoria perfeita, já que meus looks servem para inspirar e não lembrar as pessoas de padrões impostos pela sociedade no geral.

O problema em questão não é existir sites com dicas, isso na verdade é muito útil, o errado é principalmente os blogs no geral  te imporem como você deve usar. Uma dica ou outra é legal, mas às vezes por ser baixinha quero usar estampa listrada na diagonal e não há nada errado com isso.

Sempre ouvi que regras foram feitas para serem quebradas e acredito que seja verdade. Não é certo sair falando “tem que ter corpo para usar” ou que a pessoa isso ou aquilo. Se você não acredita é só procurar por exemplo de pessoas que fogem das regras e são consideradas fashionistas por isso.


Não deixe as regras da moda falarem por você e também lute contra os sabotadores fashions. Enfrente as pessoas que comentam regras de como se vestir nas postagens e vídeos. E principalmente não deixe ninguém falar por  você.

Me siga @caahwolf