Estreia: Operação Red Sparrow é mais que um filme de ação - Vestindo Ideias Estreia: Operação Red Sparrow é mais que um filme de ação - Vestindo Ideias

22 fevereiro 2018

Estreia: Operação Red Sparrow é mais que um filme de ação

Um filme com nudez explícita, romance e ação

Sinopse: Dominika Egorova (Jennifer Lawrence) é selecionada contra sua vontade para se tornar uma "pardal"- uma mulher sedutora treinada no serviço de segurança russo. Inspirado no livro do ex-oficial da CIA, Jason Matthews, "Roleta Russa" reúne Jennifer Lawrence com seu diretor de "Jogos Vorazes", Francis Lawrence, além de Joel Edgerton, Matthias Schoenaerts, Charlotte Rampling, Mary-Louise Parker e Jeremy Irons.


resenha operação red sparrow
Imagem: Divulgação

Moscou, inverno. Dominika Egorova é uma jovem russa bailaria que faz grandes apresentações com a companhia Bolshoi. Em uma de suas apresentações mais importantes seu parceiro comete um erro, o que faz com que a personagem acabe muito machucada.

Nataniel Nash, ou Nate, é um agência da CIA que após um erro ao proteger seu informante acaba na mira dos Russos e é por isso que acaba por conhecer Dominika.

O filme, inspirado no livro “Roleta Russa” explora o mundo da CIA e como a Rússia possui espiões e os cria. Dominika não vira uma sparrow (pardal) por querer, ela se torna para sobreviver ao presenciar uma cena de um crime. Mas nem tudo nessa história é tão fácil de explicar, como por exemplo o fato de quem mandar a personagem para um centro de treinamento é seu tio.

Nesse local mulheres e homens não aprendem apenas como arrombar porta ou como identificar o que seu adversário precisa, mas sim a seduzir o próximo de forma a obter informações.

Dominika desde o primeiro momento é nos apresentada como uma mulher forte, em minha humilde opinião nunca vi Jennifer Lawrence tão bem em um filme como está nesse. Por ser uma filme dramático, conseguimos sentir toda a intensidade da cena apenas com o olhar da atriz. Porém, nem tudo são flores. O filme teve sim seus erros, o par romântico – Nate – se mostrou um péssimo parceiro, já que não houve química entre os dois, deixando as cenas de romance em dúvida se era pra ser algo forçado ou se era para ter amor.

O tio de Dominika foi um caso interessante, afinal que tipo de pessoa envia sua sobrinha para “a casa das putas” como é mencionado no filme? Diferentemente do ator que interpreta o Nate, esse realmente consegue ter uma química com a personagem fazendo até mesmo saírem faíscas da tela.

O filme como o próprio diretor Francis Lawrence definiu na coletiva de imprensa “É original, não uma cópia, é algo com um ar novo” e que na minha opinião se casa perfeitamente com o que vem sendo discutido na política atual em relação EUA X Rússia.

Figurino
filme operação red sparrow
Imagem: Divulgação

Esse foi realmente um show à parte, num primeiro momento vemos Dominika usando uma roupa simples para sair para trabalhar e no dia que acontece o acidente sua roupa estava simplesmente fabulosa, além da maquiagem.

O figurista nesse caso soube compor uma cena bem, já que para cada momento da vida da personagem havia um tipo de roupa que foi se adequando e deixava a cena combinando com  o humor da personagem. Foram vestidos desde sexy normal, até puritanos e roupas cotidianas tudo isso casando muito bem e tendo um tipo certo de estilo sem parecer algo forçado. Isso me lembra que a fotografia e enquadramento do filme foi muito bem feita e que soube dar ritmo perfeitamente para a história.

Considerações finais
filme operação red sparrow
Imagem: Divulgação

O longa metragem foi claramente muito bem produzido, o som e imagem impecáveis. A escolha da protagonista e família foi acertada, porém não do seu par romântico. Inclusive, por ela ser tão incrível e tão inteligente não precisava disso.

O filme possui sim muitas cenas de sexo e nudez explícita – feminina e masculina – tanto que nos EUA a idade permitida para se assistir ao filme é 17 anos, porém compensa assistir. Outro detalhe é que o filme é longo (140 min) e durante os minutos que antecederam o ápice filme, senti que estava um pouco cansativo, mas meu incômodo durou cerca de 20min no máximo e não prejudicou em nada ao meu ver. 

Adendo importante: Ocorrem cenas de tortura (que não posso falar o porquê pra não dar spoiler) então quem não consegue assistir cenas assim, sugiro pensar sobre ir.

Indico para quem gosta de um filme que é bem fora da caixinha e que consegue misturar três gêneros em um só. Quanto a classificação etária no Brasil está em 16 anos. Operação Red Sparrow estreia no dia 1º de março.

*Filme assistido no dia 21 de fevereiro de 2018

*Entrevista coletiva no dia 22 de fevereiro de 2018

13 comentários:

  1. Eu simplesmente amei , muito bem detalhada sua colocação sobre o filme e pelo visto acho que é um filme bem intenso , quero muito assistir!

    ResponderExcluir
  2. adoro a jeniffer lawrence, mt legal conhecer melhor desse filme!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oi Cah! Tudo bem?
    Ouvi falarem desse filme já, e queria muito assistir ele.
    Passando aqui pra agradecer sua visita lá no meu blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  4. Carla, pela sua resenha, parece um filme incrível! Quero muito assistir!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  5. Gente, eu estou louca para assistir esse filme. Achei o figurino belíssimo e o enredo mais ainda. Quero, quero muito!
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um filme bem inteligente e completo. Você conseguiu despertar a minha atenção, Carla.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

-Nada de ofensas.
-Criticas e sugestões são sempre bem vindas.
-Deixe o endereço de seu blog para que eu possa retribuir.

Me siga @caahwolf