Vestindo Ideias: comportamento Vestindo Ideias: comportamento
Mostrando postagens com marcador comportamento. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador comportamento. Mostrar todas as postagens

20 dezembro 2017

De uns tempos para cá tem aumentado a quantidade de mulheres adeptas ao não uso do sutiã. Isso pode soar um tanto esquisito para a maioria das pessoas, mas a verdade é que aquele famoso comercial da Valisere do primeiro sutiã não rola mais.

Para mulheres que não possuem muito peito e não necessitam de sutiã por uma questão de saúde, o sutiã não tem um fator de obrigação. Digo isso do "muito peito" porque querendo ou não é pesado e sendo pesado pode interferir na sua coluna, nesse caso uma ida à um profissional para perguntas pode valer à pena.

No meu caso, que tenho pouco peito, estou abandonando o sutiã aos poucos por alguns fatos: Sutiã me machuca, nunca acho do meu tamanho a não ser que eu mande fazer e porque no calor eu transpiro muito e se não estiver usando um sutiã de academia fica impossível.

Durante essa minha busca eu procurei algumas inspirações de looks sem sutiã para quem está deixando de usar sutiã ou está procurando inspirações pra se sentir menos desconfortáveis.
Foi muito difícil separar essas imagens, nas minhas pesquisas sempre aparecem imagens onde se zoa a mulher por estar sem sutiã. Sabendo usar não tem mal, repara acima que quem tem peito grande também possui várias inspirações.

Tudo é questão de testar, estou preferindo tecidos mais encorpados e bodys pra realmente evitar usar sutiã. 

E então, gostaram do post?

25 fevereiro 2017

Recentemente eu tenho escutado muitos relatos de homens reclamando de tomar um fora. Sempre foi assim, ninguém gosta de ser rejeitado. A questão é, que quando alguns deles escutam um "Não", é porque a mulher é metida (?). Por exemplo, minha amiga estava no ponto de ônibus, e um cara ficou chamando ela com assovios. Ela não respondeu, estava de fone e fingiu que não era com ela. Ele começou a chama-la de princesa, e continuou sendo ignorado. Até que ele perguntou o nome dela, que tirou o fone, olhou pra ele e disse: "é comigo??". Ele respondeu que sim e perguntou novamente. Ela falou que não diria seu nome, e ele afrontado disse: "nossa mas você não pode falar seu nome?" "NÃO". E ele respondeu: "nossa, desce do pedestal, veste a sandália da humildade" (?).

Agora me digam vocês, em que universo uma mulher é OBRIGADA a dizer seu nome para um COMPLETO DESCONHECIDO no meio da noite sozinha, ou então ela é "desumilde"? Que palhaçada é essa? MESMO que não fosse a noite, mesmo que ela não estivesse sozinha, se ele fosse bonito ou feio, não importa. Meus pais me ensinaram a não falar com estranhos. Saio do meu trabalho as 20h e vou correndo pro ponto de ônibus, louca  pra chegar na minha casa e me sentir segura novamente. E nesse carnaval está muito na  moda tomar um fora e dizer que a mina não é humilde, que se acha, que é metida, que ela nem é tudo isso. A me poupe né. Esse ego ferido, a masculinidade afrontada, dói demais para que se possa seguir em frente sem precisar tentar humilhar e diminuir a mulher só porque ela NÃO QUER NADA COM ELE .

Imagem retirada do Google

Talvez porque ele claramente seja um babaca, talvez ele não faça o tipo dela, talvez ela seja comprometida, talvez ela não esteja afim. NÃO é NÃO. Lide com isso. Esses homens que fazem esse tipo de coisa não entendem que o mundo não gira em torno deles, que mulheres não vieram ao mundo para satisfazer suas vontades acima de tudo.
E se você conhece um cara assim, comente aqui em baixo. Se você não conhece, fique atenta, pois eles estão por ai, e se acham a ultima bolacha do pacote, o ultimo pedaço de bolo da festa, e nós sabemos que não é bem assim.
Lembrando que estou falando de ALGUNS homens, ou melhor, moleques. 

09 setembro 2015

De uns tempos para cá ando ficando muito irritada com algumas coisas que vejo na blogosfera e normalmente percebo que irritam qualquer um. Não estou falando de música no post, post com centenas de fotos para explicar tendência, mas que não tem explicação... Enfim, to falando de comportamento e pensando nisso resolvi trazer ao blog isso. Afinal: educação e respeito na internet também conta.


Desespero por divulgação e atenção: Sou muito chata com isso, se tem algo que tenho visto em grupos é que as pessoas postam algo e ficam dando up loucamente. Sempre existe alguém de bom coração que te responde por dó, mas é chato! Pode até não ser divulgação, mas toda pergunta pode sim ser respondida se as pessoas quiserem, nada de obrigação. Eu sou da regra: posts com mais de três dias up, se você postou a dez minutos, que tal esperar?

Ódio gratuito: Isso é algo que está me deixando louca, as pessoas não podem mais ter opinião. Se você diz "olha, acho que não ficou legal", pronto a pessoa vai lá e te xinga, bota num grupo de blogueiras e fala "onde já se viu fulana não gostar disso" ou pior a pessoa não gosta de marca e fala sobre moda e comenta em algum grupo e nossa, o mundo acaba. O exemplo claro para mim desses dias foi um vídeo que a Kéfera fez dizendo que estava cansada de tanta briga com ela e por ela e todo mundo a chamou de estrelinha e ficou ofendido. Se você ficou ofendido é porque fez, então que tal parar?

Valorização demais de marcas: Gente, ok você quer ter um Iphone vai lá e compra, mas se alguém não gosta, não tente obrigá-lo ok? Vi em um grupo esses dias que uma pessoa disse não ter gostado da câmera do Iphone e pronto: lá vai gente dizer que ela tá louca, que não sabe o que é bom e tentar humilhar. Para ok? E não só de celular, maquiagem também. Se você não possui nenhuma de marca super famosa sua make é considerada ok, mas vai usar uma Naked que geral cai em cima aplaudindo. Gente, se a marca é pigmentada e ficou linda, que tanto importa a marca?

Não ler posts e comentar: Isso tem me afetado diretamente e eu já cheguei a comentar aqui no blog. A pessoa chega e diz "amei sua postagem, arrasou" e nem sabe do que eu escrevi, você posta um vídeo e alguém vem e comenta "nossa, que divertido" e não tem nada a ver com nada. E tenho certeza que nesse post terá muitos comentários de adorei o post e eu irei ignorar como sempre rs

Desespero por parcerias: Ok, eu já fui a louca atrás de parceria, mas eu parei. Por quê? Simples: Com o meu trabalho as empresas vieram me procurar. Então não fiquem desesperadas achando que número importa tanto ok? Importa? LÓGICO. Mas vai com calma, faça um texto decente, sem erros, não faça spam, monte um mídia kit e seja feliz. Mas chega de achar que é blogueira ao ficar correndo atrás de parceria loucamente e achando que press kits são tudo. Fiquei sabendo de coisas horríveis da Beauty Fair e fiquei bem bolada. Aah, e parem de fazer uma resenha de duas linhas apenas dizendo que o produto está incrível: Vamos investir no conteúdo?

Achar que números são mais importantes que seguidores fiéis: Será que precisa de explicação esse item? SDV (Segue De Volta) é um saco eu não faço e não vou te seguir porque você vai comentar que adorou meu post e me pedir pra seguir de volta. Eu sigo aqueles que gosto. Essas trocas só te prejudicam, porque normalmente essas pessoas não visitam seus blogs (pode acontecer, mas é raro) e você não tem um tráfego de pessoas legal. Então pare ok?

Falar que está com um tempinho e quer conhecer blogs novos: Se você faz isso, provavelmente está em um grupo de divulgação e se você está nele, porque não experimenta descer o mouse e ver os posts? Todo dia tem uns 20 (exagero ou mais?) por dia fazendo isso. Eu nunca retribuo comentários sem tempo, porque gosto de ler e afins, do que adianta pedir 100 pessoas responderem e você nunca ligar para eles? Faça as coisas com tempo e procure os blogs em grupos de divulgação no FB, Google+ e até mesmo em blogs que você visita: você pode se surpreender.

Eu vou parar por aqui, mas tenho muitas mais coisas para reclamar! Mas acho que por hoje está bom né? Não sei se isso foi dica, papo sério... Mas digamos que eu precisava escrever a respeito! E você o que não suporta de comportamento atual na blogosfera?




Me siga @caahwolf