Vestindo Ideias: exposição Vestindo Ideias: exposição
Mostrando postagens com marcador exposição. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador exposição. Mostrar todas as postagens

26 agosto 2019


Se você cresceu ouvindo essa dupla vai adorar essa novidade! Semana passada foi aberta ao público a exposição “Sandy e Júnior – Experience” no shopping Anália Franco, na zona leste de São Paulo, com entrada gratuita.
exposição sandy e junior analia franco

A amostra localizada no piso orquídea, conta com itens nunca antes expostos ao público. Um dos exemplos que temos mais evidentes são as fotografias escolhidas pela própria dupla, que nunca havia sido divulgadas.  Além disso, temos também a primeira bateria do Júnior que era um ícone em fofura na época.
exposição sandy e junior no anália franco

exposiçõ sandy e júnior no anália franco

exposição sandy e júnior no anália franco

Após essa primeira sala, adentramos uma sala com a linha do tempo de cada disco e carreira da dupla. Há os discos de ouro e CD’s que eles fizeram juntos expostos por essa sala. Cada nova porta é ambientada com uma decoração referente ao sucesso desses dois.
Além disso, temos 4 salas do CD “as quatro estações”: Verão, primavera, outono e inverno. A minha preferida foi a de primavera, a de verão eu confesso que esperava um pouco mais devido a ser apenas boias no teto e um chão de disco. Já a de inverno é apenas a parede pintada, como na capa do CD, e a de outono uma parede com folhas da estação.
exposição sandy e júnior no anália franco
exposição sandy e júnior no anália francoexposição sandy e júnior no anália franco
exposição sandy e júnior no anália franco


Há diversas passagens ideais para se tirar foto e realizar vários boomerangs (vocês me acompanharam no Instagram @caahwolf?) bem no estilo instangramável que está super em moda.
Há uma sala dedicada aos fãs também, onde nos é mostrado algumas das cartas recebidas e também ursinhos de pelúcias. Há também em uma das salas um sofá com a assinatura da dupla que merece uma boa foto. Além de figurinos que eles usaram em muitos shows e que são um espetáculo de se ver por perto. Além, claro, de poder ter uma boa ideia do tamanho deles e perceber o quanto eles mudaram ao longo dos anos!
exposição sandy e júnior experience no anália franco

São grupos pequenos de cerca de 20 pessoas à cada 20 minutos para adentrar o local, então só se programar para entre 10h e 21h achar uma brecha de tempo para ir conferir. Apesar de por fora parecer um local pequeno, a exposição é bem rica e cheia de significados para quem é fã. Um detalhe importante é que toda sala tem a trilha sonora com alguma música marcando de Sandy e Júnior.

Quem é fã ou gosta da dupla e das músicas, vale à pena dar uma olhada. Logo mais a exposição acaba e sendo gratuita vale muito à pena. Ainda mais que a exposição entrega um acervo e experiência muito rica.

Sandy e Junior Experience
Data: 19 de agosto a 8 de setembro
Horários: 10h às 21h, piso Orquídea
Ingressos: Grátis, evento está sujeito à lotação.
Local: Shopping Anália Franco - Piso Orquídea
Endereço: Avenida Regente Feijó, 1739 - Tatuapé, São Paulo/SP 

21 outubro 2018

Exposição destaca a trajetória do pioneiro na realização de feiras industriais de negócios no país, focando na história de mais de 50 anos da Fenit/Fenatec
Vai dar Jacaré”! O publicitário que tornou esta frase famosa entre os empresários da indústria têxtil brasileira foi o mesmo que idealizou, promoveu e organizou a primeira feira industrial de negócios no país, a Fenit - Feira Nacional da Indústria Têxtil, posteriormente complementada pela Fenatec - Feira Internacional de Tecelagem: Caio de Alcântara Machado. E o Dr. Caio, como era respeitosamente chamado, terá sua trajetória empreendedora homenageada durante a FebraTêxtil – Feira Brasil Têxtil 2018, que acontece entre os dias 23 e 25 de outubro, no Anhembi Parque, das 13h00 às 20h00, na capital paulista.
uma história pra contar feira têxtil
Painel da Exposição "Uma história pra contar"

A homenagem será realizada com a Exposição “Uma história pra contar”, assinada pela agência GFT – Glam Fashion Team, que reúne 1 Painel e 12 Totens,  apresentados no formato pop-up. Seis Totens serão ilustrados por fotos das modelos da Fenit, recortadas e colocadas à frente do painel de fundo, permitindo ao público interagir com a Exposição, produzindo fotos no corpo das modelos vestidas como a moda da época.
exposição caio de alcântara machado
Caio de Alcântara Machado// foto: divulgação

A Mostra conta a história de mais de mais de 50 anos de sucesso da Fenit/Fenatec. Promovida pelo FCEM|Febratex Group – responsável também pela promoção e organização da FebraTêxtil com parceria do Grupo MJC|Textília na área comercial e na orientação mercadológica -, a Exposição conta com o apoio das empresas LYCRA®, Rhodia Solvay, CHT Brasil Química, Golden Technology, NILIT, Santista Jeanswear e SPG Prints.

Estamos assistindo a diversos resgates – na moda, na música, no cinema -, num movimento de busca de referências importantes para equilibrar o momento conturbado pelo qual o mundo está passando. E fico muito feliz por essa homenagem, que resgata a trajetória do meu pai, da qual a Fenit, complementada posteriormente pela Fenatec, foi, com certeza, o principal marco. Planejado com o objetivo de promover a indústria têxtil nacional, o evento introduziu junto aos empresários brasileiros a cultura da participação em grandes feiras industriais de negócios, ao mesmo tempo em que abriu mercado para profissionais como modelos e fotógrafos e alavancou o surgimento de uma mídia especializada em moda e beleza. Minha gratidão ao Grupo FCEM, na pessoa de seu diretor-presidente Hélvio Roberto Pompeo Madeira, como promotor da mostra, aos apoiadores e a todos os profissionais que contribuíram para a realização desta Exposição que dá aos jovens profissionais do setor têxtil a oportunidade de conhecer um pouco sobre uma feira que chegou a reunir 2.000 expositores e a receber cerca de 200 mil visitantes e aos mais experientes, que viveram a Fenit|Fenatec no auge de sua grandeza, a oportunidade de fazer um viagem mágica a um evento que realizou mais de 50 edições e proporcionou a formação de uma geração pioneira no setor de eventos e nos departamentos de criação, marketing e vendas das empresas têxteis e de moda”, declara Caio de Alcântara Machado Jr., o Caito, que começou a trabalhar com o pai aos 13 anos e atuou no setor durante toda a sua vida profissional.
feira têxtil moda e negócios
Caio de Alcântara Machado Jr., o Caito// foto: divulgação

Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor-presidente do FCEM|Febratex Group, declara: “Para nós, do Grupo FCEM, a Fenit/Fenatec sempre foi um exemplo de excelência a ser alcançada em nossos eventos, na sua grande maioria voltados à tecnologia para a indústria têxtil. Mais recentemente, com o projeto de resgatar para o Brasil a realização de uma feira com materiais têxteis, serviços e tecnologias voltadas para as confecções, varejo e profissionais de moda brasileiros, as Feiras do Dr. Caio passaram a ser uma inspiração preciosa para oferecermos ao mercado exatamente o que ele precisa e deseja, sempre à frente do momento atual”. “Por tudo isso, a iniciativa de uma homenagem a este empreendedor visionário que idealizou as feiras de negócios do segmento têxtil de maior prestígio já realizadas no país”, completa Pompeo.
diretor do fcem febratex group
Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor-presidente do FCEM Febratex Group// foto: Dorival Zucatto

A abertura oficial da Exposição “Uma história pra contar acontece no dia 23 de outubro – primeiro dia de realização da FebraTêxtil -, com a presença de dezenas de empresários, dirigentes de entidades, profissionais de modajornalistas, que serão recebidos por Hélvio Roberto Pompeo Madeira e Caio de Alcântara Machado Jr.

FebraTêxtil

feira brasil têxtil moda e negóciosPromovida pelo FCEM|Febratex Group - com parceria do Grupo MJC|Textília na área comercial e na orientação mercadológica -, a FebraTêxtil funciona como uma plataforma de oportunidade para conferir as novidades de algumas das mais importantes empresas têxteis, nacionais e internacionais, suprindo uma lacuna de anos durante os quais o Brasil está ausente do calendário de feiras têxteis latino-americanas. A estratégia do evento é representar a cadeia de valor da moda, permitindo aos expositores e aos visitantes um ambiente de negócios e de troca de informações, inteligência de mercado e de relacionamento.
FebraTêxtil conta com o apoio das principais e mais representativas entidades da cadeia têxtil brasileira: Abit - Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, ABVTEX –  Associação Brasileira do Varejo Têxtil; ABRAFAS  – Associação Brasileira de Produtores de Fibras Artificias e Sintéticas; SIETEX  – Sindicato da Indústria de Especialidades Têxteis do Estado de São Paulo; SINDITEC  – Sindicato das Indústrias Têxteis de Americana, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré; SINDITÊXTIL CE - Sindicato das Indústrias de Fiação e SINDITÊXTIL SP - Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo; e Tecelagem do Estado do Ceará.



Sobre o FCEM|Febratex Group
 FCEM|Febratex Group é uma empresa 100% brasileira que está no mercado há mais de 25 anos, especializada na promoção e organização de feiras de negócios, principalmente nos segmentos de máquinas e insumos para o setor têxtil, de impressão digital e coureiro-calçadista.

O portfólio da empresa reúne as seguintes feiras de negócios: AgresteTex – Feira de Máquinas, Serviços e Tecnologia para a Indústria Têxtil; Febratex – Feira Brasileira para a Indústria Têxtil; FebraTêxtil – Feira Brasil Têxtil; FEMICC – Feira de Máquinas para a indústria Coureiro-Calçadista; Maquintex - Feira de Máquinas, Equipamentos, Serviços e Química para a Indústria Têxtil; Signs Nordeste - Feira de Equipamentos e Serviços para a Indústria de Impressão Digital, Gráfica, Sinalização e Serigrafia; e Tecnotêxtil Brasil - Feira de Tecnologias para a Indústria Têxtil.


Serviço:
FebraTêxtil – Feira Brasil Têxtil 2018
Data: 23 a 25.10.2018
Horário: 13h00 às 20h00
Local: Anhembi Parque – São Paulo - SP

08 junho 2017

O dia dos namorados está chegando! E como em todo ano o clima romântico já está no ar.

Eu já namoro há quase 7 anos e adoro surpresas e romantismo, então resolvi dar dicas de coisas legais para fazer nesse dia especial com o namorado, a namorada, o crush... o que importa é comemorar o amor! Saia da rotina, surpreenda e dê o melhor presente: Uma demonstração de carinho e um dia incomparável pra ser lembrado.

Seguem ideias para tornar o dia de vocês ainda mais especial, lembrando que são apenas dicas, ninguém melhor pra saber o que fará seu amor feliz do que você. Não existe receita de relacionamento perfeito nem do melhor dia dos namorados de todos, com certeza vocês estando juntos já será um dia incrível.

Passear em um parque, curtir a natureza e andar de bicicleta.

Eu AMO ir com o meu namorado em parques, andamos de bicicleta, fazemos piquenique, ouvimos os passarinhos, praticamos esporte, tomamos um Sol, é uma delícia.

Você também pode andar de skate ou patins, caso um dos dois não saiba o outro pode ensinar, nada mais romântico que um piquenique depois de rir muito da cara do outro levando alguns tombos.

Passeando de bike no Parque Ibirapuera
Parque da Independência - Museu do Ipiranga

 Jantar Romântico
Um bom restaurante, luz de velas, vinho e tempo pra conversar. Um jantar é sempre uma boa opção, e como amante do dia dos namorado tenho algumas dicas de restaurantes legais em São Paulo:

-La Nonna Di Lucca, um restaurante Italiano que serve um macarrão flambado dentro do queijo e o prato é montado na frente dos clientes.
  Onde comer o incrível macarrão dentro do queijo parmesão em São Paulo
 - Taverna Medieval, quem disse que o restaurante tem que ser o mais romântico de todos? Acho que vale muito fazer algo diferente e divertido! A Taverna te leva a era medieval, na ambientação, na comida e nas bebidas, diversão na certa.

- Skye Bar, uma das vistas mais lindas de São Paulo vale muito a pena conhecer. O preço do jantar é um pouco alto, se você estiver sem grana pode só tomar um drinque no bar e apreciar essa vista, já que o restaurante fica na cobertura do Hotel Unique.


 Cozinhem juntos
Caso a grana não dê pra jantar fora ou você queira fazer algo diferente pode preparar um jantar surpresa ou melhor ainda, cozinhem juntos, riam se o prato queimar, passem requeijão na cara do outro (só um pouquinho pra não desperdiçar comida ok?), se ajudem, dividam as tarefas e no final aproveitem um delicioso jantar do jeitinho que vocês gostam.
Bolinho de arroz recheado de queijo com geleia de pimenta, tudo feito em casa.

 Se divirtam juntos
O que eu mais gosto no meu namoro é que a gente ri muito juntos, dia dos namorados não precisa necessariamente ser só luz de velas e jantar, diversão também é sempre bom.
Vocês podem jogar algum jogo juntos, adoramos jogos bobos do tipo adivinhar o que o outro está falando sem ouvir, com um fone de ouvido no volume bem  alto, ou algum jogo de tabuleiro, programe algo que divirta vocês dois.

Torta na cara pode ser um jogo romântico?



 Vão à praia

Pode ser um bate-volta, um final de semana, uma viagem surpresa, praia sempre é uma ótima opção. Imagina passar o dia dos namorados vendo o nascer ou o pôr do Sol ouvindo o barulho do mar?


 Faça algo que seu namorado(a) goste
Nem sempre os gostos de um casal são os mesmos e não há nenhum problema nisso, mas de vez em quando é legal fazer com seu amor algo que ele goste e vice-versa, como acompanhá-lo a um jogo de futebol, comprar ingressos pra algum show que ele goste, você pode até acabar gostando também, ou não, mas vale um momento juntos. 
Fui no jogo de futebol, e não é que adorei?
 Assistam um filme embaixo do cobertor
Pode parecer bobo, mas as vezes um filminho debaixo do cobertor pode ser tudo de bom, ainda mais nesse frio de junho, se bater uma preguiça nesse dia dos namorados e quiserem ficar em casa escolham um filme juntos, façam uma pipoca, um chocolate quente e curtam abraçadinhos esse dia.
Esse filme não estava muito bom!
 Viaje para o interior
Há muitas cidades próximas que podem render um bom passeio sem gastar muito, vocês podem aproveitar pra conhecer um lugar diferente, ver lindas paisagens e relaxar um pouco.
Cidade de Itú
Cidade de Paranapiacaba, bem perto e com passeios de trens programados.
 Faça um passeio pela cidade

Seja qual for a cidade que você mora aposto que tem algum ponto turístico ou lugar legal que você ainda não conheceu! Tire um dia pra andar pela cidade e conhecer esses lugares novos que estão tão pertinho e as vezes a gente não aproveita.
As vezes tiramos uns dias para passear por ai, e ainda assim não conhecemos a maioria dos pontos turísticos de São Paulo!
As fotos são no Museu Catavento e no Mercadão, dois lugares muito legais para conhecer.
 Surpreenda
Seja ousado, faça alguma loucura que mostre todo seu amor, compre um passeio de balão, um presente que seu amor queira faz tempo, ou se como eu, a situação financeira não é tão boa, faço algo você mesmo, isso vai demonstrar sua dedicação e carinho.
Quanto fizemos 1 ano de namoro escrevi uma carta com 365 palavras, uma em cada coração.

Bem espero que as dicas tenham te dado boas ideias, o mais importante é você e seu namorado ou namorada se divertirem nesse dia e demonstrar um ao outro o quanto se amam, fale, expresse, demonstre, não perca a oportunidade de mostrar a pessoa que te dá alegria que ela é importante, seja namorado, amigo ou familiar, demonstre para um dia não se arrepender de não ter feito. Aproveite uma data especial para demonstrar seu amor, do jeito que preferir. E sempre que puder saia da rotina, ria, coma, brinque, converse, nada melhor que ter alguém do seu lado que é um amigo pra compartilhar bons momentos, aproveite!

FELIZ DIA DOS NAMORADOS A TODOS! VAMOS CELEBRAR O AMOR.



18 janeiro 2017

            Olá, pessoas! Passaram bem as Festas? E as férias, estão aproveitando? Pois eu estou! E como eu gosto muito de vocês, vim trazer uma dica de passeio para quem é de São Paulo. A Carla e eu fomos ontem à exposição Silvio Santos vem aí!, no Museu da Imagem e do Som (MIS) e nos divertimos muito. Vocês não vão perder essa, vão?

A Carla se divertindo ouvindo um programa antigo de rádio

            O MIS é famoso por suas exposições superproduzidas em homenagem a grandes ícones da cultura pop. Já passaram por lá David Bowie, Tim Burton e nosso amado Castelo Rá-Tim-Bum. Com Silvio Santos, um dos comunicadores mais queridos do Brasil, não poderia ser diferente. A exposição acompanha toda a trajetória do apresentador, desde sua infância no Rio de Janeiro até seu atual programa no SBT, aos 86 anos de idade.

Olha só quem ganhou o Troféu Imorensa de melhor blogueira!

            Nos diversos ambientes da mostra, os visitantes podem acompanhar depoimentos, vídeos, fotografias e cenários interativos, que ilustram a história de Silvio, que se confunde com a história da própria televisão. Ficamos sabendo também de algumas curiosidades sobre a vida do comunicador que já foi camelô (você sabia que o nome real dele é Senor Abravanel?), podemos acompanhar o início de sua carreira como locutor e como empresário e entender sua importância para a comunicação no Brasil. Conhecer a história do Silvio nos ajuda a compreender a influência tão grande que a TV tem no país.

Eu não me dei muito bem no Roda a Roda :(

            Além das fotografias e da história, a exposição também tem ambientes interativos, que recriam alguns dos cenários dos programas mais célebres apresentados pelo Silvio. Quem nunca quis rodar o pião, tocar o sino do Qual é a música? ou concorrer a barras de ouro (que valem mais do que dinheiro!) no Show do Milhão? Podemos brincar no Foguetinho do Domingo no Parque (quem nunca passou nervoso assistindo a esse quadro, que atire a primeira pedra), abrir a Porta da Esperança e assistir a vídeos hilários de momentos marcantes do Programa Silvio Santos. Tem até um ambiente em homenagem ao Chaves (adoro, inclusive assisto todos os dias).


            Por que ir? Silvio Santos, seja no SBT, seja antes disso, em outra emissora ou no rádio, fez e faz parte da vida de quase todos os brasileiros. Não adianta negar, eu sei que você já o imitou gritando “quem quer dinheiro?” ou quis pegar um daqueles aviõezinhos. Reviver os nossos programas favoritos do passado e entender os seus bastidores é muito gostoso. Além disso, a trajetória do Silvio é inspiradora, eu não sei como uma pessoa pode ter tantas ideias boas numa vida só. Vale a pena conferir, a história da TV está no MIS, sob curadoria de André Sturm. Duvido que você não vá se divertir.

Porque não existe mulher feia...

Quando? Até 12 de março de 2017
Onde? No Museu da Imagem e do Som (MIS), na Avenida Europa, 158, Jd. Europa, São Paulo – SP
Quanto? Grátis às terças-feiras, R$12 de quarta a domingo (estudantes pagam meia), às segundas-feiras o museu não abre
Mais informações:

Tel. (11) 2117-4777

20 abril 2016

A Hair Brasil, um evento não só de cabelo, ocorreu por quatro dia aqui em São Paulo. Eu consegui ir no terceiro dia (sozinha) e fui conferir de perto o que tanto tem a feira. Vou me alongar um pouco:

Chegando lá, eu fiquei perdida em meio a tantas coisas, sério. O que mais me chamou a atenção é que mesmo na segunda feira, o local estava lotado. Qualquer coisa, q u a l q u e r c o i s a, que você fosse fazer tinha fila. Os estandes estavam lotados, eu não conseguia chegar nem perto para pedir informações. Em alguns eu conseguia ou depois de ficar muito tempo lá, ou eu preferia ir nos que estivessem mais vazios. Como a feira é para profissionais, muitas empresas não tem nada específico para blogueiras (0 que eu não acho ruim, sério), logo as coisas estavam mais caras ou só eram vendidas aos montes.

Mas a feira em si estava boa, mas uma coisa me deixou irritada: As pessoas que só estavam lá pelos brindes, sempre me falaram disso e eu achava que era exagero, bom não é. Nesse dia todas as marcas (ou a maioria) estavam jogando seus brindes ao som de muita música (Mc Gui, Sheila Mello, o casal que canta suíte 14, MC Pocahontas e muito mais), nessa eu estava lá vendo de boa, quando jogaram os brindes um caiu em minha mão e a mulher quase arrancou minha mão fora, resolvi dar à ela, mas precisava disso?

De restante foi muito bom, inclusive cheguei até mesmo a ver um desfile (eles aconteciam algumas horas do nada) e eu achei a proposta bem legal. Não comprei nada, porque tinha em mente mais passear mesmo (e também porque não tenho dinheiro!), mas curti muito e ainda vi vários shows e me diverti bastante.

Também conheci uma marca que parece ser boa com coloração de cabelos coloridos (quero voltar a ter os meus em uma cor legal em breve!) que é a Sys Cosmetics e também muuitas marcas de hidratação.

Deixarei abaixo algumas fotos da feira:






E pra finalizar essas foram as amostras grátis que consegui pegar e vou mostrar para vocês em breve, estou louca para testar essa máscara de argila!
E vocês, gostam de feiras assim?

18 abril 2016

        Olá, pessoas. Meu nome é Catherine e a partir de hoje vou escrever mensalmente para o Vestindo Ideias. Talvez vocês me conheçam, já apareci em posts da Carla: Tutorial - Como fazer bolo de caneca e [Fotografia] Reflexos de Vênus | Rapte-me, Camaleoa. . Katharsis, o título da minha coluna, é uma palavra grega que significa algo como “purificação através da arte”. Vou escrever sobre literatura e dicas culturais como saraus e exposições voltadas para a minha área (eu estudo Letras). Eu acredito que a literatura e a arte, assim como a moda, podem ser instrumentos de empoderamento.
            Comecemos, então, com uma resenha de uma exposição bem bonita. A exposição AMAR – Coletânea de Livres Infantis está em exibição na Casa das Rosas, em São Paulo. O projeto realizado por Thiago Minamisawa e Daniela Santos foi selecionado pelo edital ProAC LGBT 2014, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e apresenta quatro obras literárias sobre diversidade sexual e identidade de gênero. Delicadeza narrativa em traços de aquarelas e elementos naturais. Os trabalhos desenvolvem diálogos poéticos com Safo, Ovídio, João Guimarães Rosa e Frida Kahlo. A coleção interage com a beleza lúdica da infância para inspirar a construção de uma nova sociedade”. Essas obras estão em uma coleção de livros que foi lançada na terça-feira (12/04), e seus originais estão expostos em dois ambientes na Casa das Rosas até o dia 30 desse mês. O objetivo da coletânea é empoderar a comunidade LGBT e discutir sobre a diversidade sexual através do diálogo entre a literatura e as ilustrações. “Durante o período da mostra, serão realizadas atividades culturais relacionadas ao tema, como oficinas de arte, saraus, apresentações e mesas de debate sobre literatura, infância e diversidade. As ações são voltadas para crianças de todas as idades”.

            Por que ir? Estive no lançamento da exposição. Fui atraída principalmente pelos nomes de Safo e Ovídio, pois minha área de pesquisa na universidade é a dos Estudos Clássicos e, por coincidência, meu objeto de estudo é a poesia de Safo de Lesbos. Fiquei impressionada com o que vi. Os artistas captaram com delicadeza a beleza singular de cada obra literária, que foi escolhida para representar a diversidade da comunidade LGBT (a poesia de Safo representa as Lésbicas; as Metamorfoses de Ovídio representam os Gays; o Grande Sertão, Veredas de Guimarães Rosa representa os Bissexuais e as poesias de Frida Kahlo, Hilda Hilst e obras de Clarice Lispector representam xs Transexuais). Como heterossexual, não tenho como opinar sobre a representatividade dos LGBT’s, mas como estudiosa e amante da literatura posso dizer que os artistas fizeram um belo trabalho. Vale muito a pena conferir. 
Em dado momento da exposição, o público é convidado a participar, podendo montar sua própria versão de si mesmo com adesivos na parede. Essa sou eu na primeira foto :3 Emoticon colonthree

       
Quando? De 12 a 30 de abril
Onde? Na Casa das Rosas, Avenida Paulista, 37, Bela Vista, São Paulo (próximo à estação Brigadeiro da Linha 2 – Verde do metrô)
Mais informações: Aqui




08 janeiro 2016

Não é segredo pra ninguém que eu sou apaixonada por exposições e que faço questão de ir em (quase) todas que ocorrem aqui em São Paulo. Demorei um pouco para ir nessa porque estava sem tempo, mas faltando 10 dias para acabar dei uma corridinha lá para curtir um pouco.

Primeiro: Vocês sabem quem é Frida Kahlo? Eu estudei sobre ela na minha faculdade, então já tinha uma visão ampla sobre sua arte. Breve história: Frida é uma mulher que sofreu muito em sua vida, daí aquelas piadinhas de Sofro mas não me kahlo, sua vida foi marcada por romances intensos e também por acidentes que lhe causaram grandes danos, como: sua primeira doença foi poliomelite que ocasionou um problema em seus pés e a forçou ao longo de sua vida a usar calça e saia longa (fotos abaixo) e quando mais velha sofreu um acidente de carro, em que se chocou com um trem, o pára choque de um dos carros lhe perfurou as costas.

Contem um pouco sobre ela acima para poder explicar suas roupas: por causa de todos os acidentes, seu corpo era todo reconstituído e por isso ela sempre optou por roupas longas que cobrissem seu corpo. Suas roupas eram uma mistura de estampas, tecidos e texturas. Eram coloridas em meio ao seu sofrimento e dor, e isso a tornava uma mulher especial.

Frida era uma mulher além de seu tempo (bissexual assumida), se casou com Diego Rivera duas vezes (quem puder assista Sense8 tem uma passagem curta sobre isso) e foi um relacionamento muito conturbado. Na exposição há fotos do quarto do casal e percebe-se a presença grande de caveiras e um  lugar um quanto como conturbado. As fotografias tiradas dela (acima) mostram que ela era uma mulher muito mais bonita do que se sentia.

Finalizo um pouco desses devaneios relacionando a vida ao que encontrei na exposição com uma fato legal: Há alguns dos autorretratos de Frida na exposição (assim como seus quadros de "natureza viva") e acho legal perceber como ela conseguia se retratar de diferentes maneiras, uma hora ela tinha sobrancelhas grossas e bigode, em outra era mais feminina abraçada pela mãe natureza com  seu marido em seus braços. A maioria eu pensava "será que é assim que ela se via?", seus auto retratos são únicos. Seus traços se assemelham bastante ao que as outras artistas da exposição fazia. Confesso que gostei de todas (apesar de ter dado ênfase a Frida), principalmente pela questão de falar de gênero nas obras, ao retratar mulheres nuas e afins.

Quem puder ir nesses dias finais de exposição eu super indico e peço: leiam sobre sua vida antes de ir. É importante ter uma noção básica de sua história antes de ir, principalmente porque as demais artistas tem as mesmas influências que ela. Eu gostei demais de me atentar aos detalhes e conhecer a obra dessa artista tão conhecida pessoalmente.

"Pensaram que eu era surrealista, mas nunca fui. Nunca pintei sonhos, só pintei a minha própria realidade."- Frida Kahlo

E vocês, já conheciam o surrealismo mexicano?


Me siga @caahwolf