Vestindo Ideias: marcas de roupas Vestindo Ideias: marcas de roupas
Mostrando postagens com marcador marcas de roupas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador marcas de roupas. Mostrar todas as postagens

21 julho 2018


Lingerie em bom estado de conservação são higienizadas e doadas para outras mulheres, por iniciativa da Ouseuse, de Juraia

moda íntima com projeto social

Em 2017, tive o prazer de conhecer a Ouseuse (veja post aqui) e conhecer os seus projetos que ajudam outras mulheres de diferentes formas, na ocasião conheci um que doava peças  para uma instituição de mulheres com câncer de mama. Ontem foi divulgado que a Burberry, uma marca de auto costura, ao invés de doar suas peças que não são usadas na verdade optam por queimá-las para que não sejam vendidas por preços baixos ou que a população que não tem dinheiro para adquirir não possa simplesmente comprar. E diferente disso, a marca de Minas Gerais vem para provar o contrário dessa história.

O Amiga Recicla é um projeto socioambiental, idealizado pela Sakey e desenvolvido pela diretora da Ouseuse, Rosana Marques, a partir de dois objetivos claros: impedir que roupas íntimas ainda em bom estado de conservação, vão parar nos aterros sanitários e virem mais um passivo ambiental, e, de quebra, ajudar outras mulheres que precisam. O Projeto foi lançada no dia 28 de abril durante a Felinju, Feira de Lingerie de Juruaia, e de lá para cá vem ganhando adeptos e cada vez mais colaboradoras.
ouseuse projeto social
Projeto Amigas do Peito da Ouseuse

Depois de encabeçar uma campanha pelo reaproveitamento de lingerie em bom estado de conservação, o Projeto Amiga Recicla, se prepara para fazer a entrega da primeira remessa de peças arrecadadas. A entrega ocorrerá no dia 28 de julho, data em que é comemorado o Dia da Lingerie. As calcinhas e sutiãs serão destinados ao Projeto Sertão, também da cidade de Juruaia, que atua dando assistência a dezenas de famílias que necessitam de amparo.
O Projeto Sertão já arrecada e doa, rotineiramente, roupas, calçados, alimentos e móveis. Agora, seus coordenadores também estarão recebendo as peças de lingerie, obtidas através do Amiga Recicla, para fazer a distribuição.
De acordo com Lucia Corrêa, do Departamento de Marketing e Relações Comerciais da Ouseuse, as quase 1.000 peças que estão sendo encaminhadas ao projeto, nesta etapa, foram arrecadadas no próprio showroom da Ouseuse, em Juruaia. 
“Lançamos a campanha e fizemos várias ações de incentivos a doação.  A partir das divulgações começaram as colaborações. As pessoas reagiram bem e estão ajudando. Recebemos doações de blogueiras, durante o Salão Moda Brasil e, inclusive, muitas peças infantis, em perfeito estado”, informa.

HIGIENIZAÇÃO ADEQUADA

As peças foram encaminhadas para o processo de higienização e agora estão prontas para serem usadas por qualquer mulher ou menina que recebê-las. “Todo o preparo foi feito aqui mesmo, por uma colaboradora que ficou responsável por esse cuidado. As peças passaram por higienização com água quente e sabão específico para limpeza pesadaObservamos que as pessoas tiveram o cuidado de lavar bem antes de doar. Recebemos também muitas peças ainda com etiqueta e que nunca haviam sido usadas”, conta.
A campanha continua à pleno vapor nas lojas que revendem a marca Ouseuse e qualquer mulher pode colaborar fazendo algo de bom com as peças que já gostaram um dia, mas que por algum motivo, não usam mais. Ao invés do lixo, é possível ter uma atitude humana, um gesto de solidariedade, fazendo a doação. Afinal, gaveta não usa lingerie e não precisa delas, mas outras mulheres, sim.
 “O Projeto Amiga Recicla continuará permanentemente em nosso showroom e a intenção é cada vez mais levarmos essa contribuição para mulheres que necessitam”, diz. As cidades com lojas licenciadas e parceiros, deverão receber ação similares nos próximos meses, segundo ela.  
A Diretora Executiva da Ouseuse, Rosana Marques, ressalta que, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil, no Brasil, 170 toneladas de lixo proveniente do setor são geradas a cada ano e apenas 40% desse total é reciclado.  “Esperamos que com nossa campanha parte desse volume de descartes deixe de ir para o aterro sanitário, livrando o meio ambiente de mais uma carga, enquanto ajudamos outras mulheres”, menciona.


19 julho 2018

Com bolsas baseadas nas cores e na personalidade de cada signo, a marca de bolsas Guarda Mundo lança sua mais nova coleção em parceria com a personal stylist Flávia Piña
Sempre que possível eu abordo aqui no blog temas que envolvem astrologia, principalmente por ser algo que pretendo estudar mais à frente. E quando eu vejo uma marca que investe em unir moda + astrologia eu não penso duas vezes em trazer para cá. A guarda mundo foi a primeira loja a investir em bolsas personalizáveis no Brasil e com isso conseguiu trazer um reconhecimento quanto á isso.
coleção de bolsas astrologia
Que é possível ter uma bolsa com a sua cara não é novidade, afinal desde 2011 esta é a proposta da Guarda Mundo - primeira marca de bolsas e acessórios personalizáveis do Brasil. A novidade é que agora você pode ter uma bolsa que combina com o seu signo! Batizada “Signos”, a nova coleção de bolsas da Guarda Mundo (www.guardamundo.com.br) traz um modelo para cada um dos 12 signos do zodíaco. A Coleção Signos foi idealizada em parceria com a consultora de imagem Flávia Piña. A coleção consiste em um único modelo de bolsa, a Louche Mini, e combinações de couros e cores diferentes, que representam seus respectivos signos do zodíaco.
“Fizemos um estudo completo sobre a personalidade de cada signo, sobre as cores que os rege e de todo esse estudo saiu uma coleção que nos enche de orgulho”, explica Nicole Malo, CEO e fundadora da Guarda Mundo. “O processo criativo foi muito divertido porque acabamos entendo ainda mais sobre nossos signo e ascendente”, completa ela.
coleção guarda mundo
Cada bolsa tem forro, tampo, laterais e ferragens personalizadas com os tons de cada signo e o toque final está na constelação e na etiqueta interna com as características relativas a cada um deles. “As amantes de astrologia vão se apaixonar por esta coleção”, garante Nicole.
A coleção “Signos” já está disponível no site da marca, em sua loja nas Perdizes e no site da marca e no ecommerce do Gallerist. Cada bolsa custa R$ 590,00
O único adendo que dou, é que talvez a marca pudesse pensar em outros materiais tão duráveis tanto mas que não fossem de couro animal.
Serviço:
Signos por Guarda Mundo em parceria com Flávia Piña
www.guardamundo.com.br
contato@guardamundo.com.br

14 julho 2018

Consumidor está exigente quando o assunto é o meio ambiente e sociedade;
Marcas reutilizam materiais recicláveis e estimulam o consumo consciente
 para fazer suas peças

A sustentabilidade na moda, também conhecido como movimento slow fashion, post aqui, tem crescido e conquistado espaço, principalmente devido ao trabalho de galerias, ateliês, cooperativas e oficinas provando que os consumidores estão cada vez mais exigentes em busca do consumo consciente em prol do meio ambiente e desenvolvimento da sociedade, inclusive tem um post por aqui onde explico os conceitos corretamente. De acordo com um estudo realizado em 2017 pela Unilever, cerca de 85% dos consumidores brasileiros preferem marcas engajadas e impactantes e este mercado chega a movimentar R$ 362 milhões por ano.

Eidi Quintão, proprietária e curadora da Cada Qual Galeria, espaço que reúne diversas marcas de roupas, acessórios e itens de decoração, explica que para se encaixar neste nicho existem diversas iniciativas que contribuem na melhora do impacto no equilíbrio do planeta e na relação do meio ambiente com o ser humano. "As marcas que trabalhamos possuem preocupações diferentes, como diminuição de impactos ambientais, responsabilidade social, reconhecimento da mão de obra humana, reciclagem e reutilização de retalhos de tecidos. Não necessariamente o produto precisa ser 100% ecológico para contribuir com o planeta", explica.

Além de se preocupar com ações que melhoram de alguma forma o meio ambiente é preciso que o consumidor busque cada vez mais essa necessidade de mudança. "O trabalho de sustentabilidade começa dentro da nossa casa e de nós mesmos. Se trabalharmos no universo individual iremos conseguir atingir o coletivo", completa Eidi.

Abaixo estão as principais iniciativas realizadas pelas marcas que compõe a Cada Qual Galeria:


A marca aposta em artesanato, trabalho artístico que por si só já impacta menos no ambiente do que um produto manufaturado. A fabricação das bonecas é feitas com papel machê, isopor (que seria descartado), jornal ou material reciclável em geral. Apesar da palavra lixo ser vista muitas vezes de maneira pejorativa, é importante mostrar que tudo pode ser reutilizado, criando peças que a principio nem imaginaríamos.





A Fala investe em peças com modelagens atemporais que respeita a diversidade de corpos, estilos e gêneros. As roupas são produzidas em três oficinas, duas delas em São Paulo e uma em Belo Horizonte. O processo de produção, do desenvolvimento até a confecção é acompanhado de perto com o objetivo de manter ativa a consciência relacionada aos locais e condições de trabalho dos profissionais que prestam serviços à marca.









Entre os principais materiais utilizados na confecção de peças, como colares, pulseiras e brincos, a marca utiliza madeira com madrepérola e abalone. A matéria-prima vem de sobras de construção de móveis das serralherias e das conchas do mar, que somente é utilizada depois de consumido o pescado.












A marca é especialista em terrários, um meio de cultivar plantas em um ambiente autossustentável, onde água, ar e nutrientes são reciclados em seu espaço limitado.















A Intimate possui @seloeureciclo, que certifica que a empresa é sustentável e engajada na reciclagem pós-consumo e cumpre com a Política Nacional de Resíudos Sólidos. A marca remunera cooperativas, que retiram do meio ambiente as embalagens de papel que são produzidas (cartelas, cartões de visita, sacolinhas e tags).









Um dos princípios mais fortes da marca é encaminhar as sobras de tecidos e retalhos, que vão para ONGs que proporcionam trabalho para moradores de rua na confecção de outras roupas e cobertores.
















Os restos de tecidos de cortes se transformam em golas, boinas e cachecóis que são levadas a instituições de caridade e de crianças com câncer ou são revendidas, dando nova vida a elas.







CADA QUAL GALERIA
Localizada na Avenida Paulista, um dos símbolos paulistanos, a Cada Qual Galeria reúne 20 marcas dos mais variados segmentos, entre roupas, acessórios e itens de decoração. Com curadoria rigorosa, a equipe aposta e investe na fidelização dos expositores, com marcas que têm em sua essência autenticidade, estilo e qualidade.
A Cada Qual Galeria funcionará diariamente, das 12h às 20h.

26 junho 2018



Desembarca no Brasil uma nova marca criada por brasileiro


Pra quem se interessa pelo universo da moda não pode deixar de notar, que as peças com o intuito de serem mais leves estão em alta, não é mesmo? Por aqui, estamos pensando no inverno mas ele só dura menos de dois meses não é mesmo? E quem assisti a Maju Coutinho, apresentadora que comenta sobre o tempo na TV Globo, sabe que ela disse que os dias de mais frio já acabaram por aqui.

A Dolce Mare tem como uma de suas características a utilização da renda Sangalo, que nada mais é do que a nossa conhecida renda Guipir – muito comum nos vestidos, principalmente de final de ano.
dolce mare mediterraneo
Foto: reprodução



A coleção traz a leveza da renda com elementos que remetem ao boho chic. Os vestidos são esvoaçantes e possuem um ar de liberdade, sol e praia que é tão comum em épocas mais quentes. As camisas masculinas também são mais informais e com tecidosleves, para aguentar o calor.

Inclusive, recentemente a marca vestiu a apresentadora Astrid Fontenelle do programa Chegadas e Partidas, exibido pelo canal GNT.






O preço das peças são expansivos, camisas masculinas podem ser encontradas por R$209 e os vestidos à partir de R$239. A sede da marca está no Vitória – ES.

camisas masculinas dolce mare

dolce mare mediterrâneo

mediterraneo moda masculina


dolce mare mediterraneo

E então, o que acharam?

14 junho 2018


Peças refletem o estilo de vida da influenciadora digital que vive entre a academia e compromissos profissionais
coleção capezio



Nessa quinta, 4 de junho, a Capezio lançou sua nova linha fitness “Juju On the Road”, fruto de mais uma parceria com a influenciadora digital, Juju Norremose.
coleção capezio
Modelo oficial da Capezio, Juju inspirou a criação de peças que refletem seu estilo de vida, com muito movimento, conforto, praticidade e versatilidade, ideais para quem vive fora de casa, entre academias e compromissos.
Alinhada aos princípios da Capezio, a influenciadora dá voz a uma tendência cada vez mais presente, o lifestyle. Hoje as pessoas querem mais do que produtos, querem experiências positivas, e foi pensando nisso que nasceu a nova coleção, que vai além da moda.
Modelagens inovadoras, tecidos nobres e de alta compressão, como couro ecológico e o vinil, cores em alta, como verde militar, roxo, prata, além das clássicas, marinho, preto e branco, fazem parte da coleção e atendem o atual cenário da moda.
coleção capezio
“A peça fitness, além de ter um desenho que valoriza o corpo, precisa ser confortável e me ajudar nos movimentos. Como eu uso o dia todo, ela precisa ser bonita e funcionar também fora da academia. Hoje em dia, existe uma gama de tecidos tecnológicos que cumprem essa função, e a Capezio possibilita esta realidade” comenta Juju.

Sobre a Capezio:
40 anos fazendo parte da história da dança no Brasil
Ocupando seu espaço no seleto grupo das marcas mais desejadas no mundo. No Brasil, o principal objetivo da Capezio, em todos estes anos, sempre foi promover incessantemente o desenvolvimento e o crescimento da dança no país. A marca conta com um catálogo de com mais de 2000 itens e a empresa ainda oferece a possibilidade de produção sob encomenda atendendo, dessa forma, as necessidades de qualquer praticante da dança em qualquer uma de suas 38 lojas próprias.Por aqui, a Capezio começou produzindo sapatilhas de ballet e ao longo dos anos foi ampliando a linha de produtos e incluindo toda a confecção do vestuário. Atualmente celebra o sucesso da linha Capezio LUXO lançada no início do ano. Uma empresa que nasceu familiar e conseguiu o desafio de permanecer com o mesmo perfil de gestão e transformá-la em uma das empresas mais sólidas e promissoras do país.
Capezio

27 setembro 2017

Roupas íntimas tem ganhado espaço maior no guarda roupa das mulheres e o motivo é bem simples: Atualmente a moda é mostrar seu sutiã. Obviamente que ninguém é obrigado a nada, mas na minha opinião uma lingerie bonita em evidência ou apenas levemente aparecendo dá um toque à mais super bonito em qualquer roupa.

Sou uma amante de lingeries que sejam bonitas, práticas, rendadas e coloridas (além de confortáveis) então não poderia deixar de falar da Virtual Fashion para vocês. A loja possui as mais diversas opções de lingerie e o que se destaca é a linha de conjunto de soutien e calcinha.

Pensando nisso separei o meu top 5 desejos dessa linha deles.

Conjunto cropped de bojo strappy bra - B189
Eu amo quando a lingerie é mais estruturada e possui algum detalhe diferenciado como essa em strappy bra. Gostei principalmente da combinação das cores e dos detalhes em renda.

Conjunto de bojo luxuoso - B187
Eu amo os detalhes de alças mais diferenciadas, por isso simplesmente adorei esse que possui essa leve amarração que o deixa mais charmoso.

Conjunto de bojo em tule e renda - B172
Esse próximo acredito ser o mais simples dessa lista rs Ele é de dois tecidos que amo: tule e renda. Eu gostei dele por ele ter uma alça mais grossa e a calcinha ter essa combinação de tecidos que combina perfeitamente.

Conjunto de bojo tomara que caia em renda - B153
Eu nunca consigo encontrar um sutiã tomara que caia seja realmente aderente ao meu corpo estruturado, além de valorizar meu corpo. Esse aparentemente é tudo que eu procuro, então poderia facilmente tê-lo.

Conjunto luxuoso de renda - B151
Esse foi de longe o que mais gostei, eu amei a modelagem da parte em cima desse conjunto. Esse jeito eu confesso nunca ter visto em lojas por aí, achei o jeito dele bem diferenciado.


Para quem tem medo de comprar online, não precisa ter! Ao final da descrição do produto você encontra uma tabela com o tamanho do sutiã e calcinha pra você medir em você mesma e ver como fica. Exemplo do conjunto de cropped de bojo strappy bra:

 


Outro ponto relevante é que as peças são super baratas viu? Tem conjunto saindo à partir de R$21, muito em conta não é mesmo?

30 novembro 2014

Olá! Hoje vim trazer uma coisa que nunca trouxe, é uma opinião sobre um lugar que visitei o: Catarina Fashion Outlet, localizado no sentido interior de São Paulo. 


O que é: Um tipo de outlet inovador, em seu conceito é a junção de lojas masculinas e femininas com lojas de esporte e decoração. É uma alameda que permite que você relaxe, além da praça de alimentação com diversas opções.
Decoração e algodão doce distribuído no local.
O que eu achei: Esperava bem mais, minha tia foi logo na inauguração e chegou a comprar vestidos da Emme por apenas R$19,90, porém eu não dei essa sorte. Para vocês entenderem o Catarina é a junção de várias lojas caras de outlet em um único lugar. Mas vamos lá: após a inauguração os preços ficaram apenas um pouco mais barato, nada demais, sério. Assim como qualquer loja lotada o tempo mínimo em fila é de 40min e eu comprei apenas três coisas em uma loja só que foi onde achei barato.
Dicas: chegue cedo, as lojas abrem as 9h então chegue esse horário, pois depois das 11h fica mega lotado. Vá em lojas que são caras que são as que mais tem descontos como: Polo Wear (onde comprei minhas roupas), a Hering é um pouco de nada mais barato, dependendo não compensa. Tem uma loja que chama alguma coisa outlet (não lembro o nome, me desculpe) que tem a marca Emme, não é tão mais barato mas até que compensa.(Ha, eu morri de amores pela loja Antix)
 
O que comer: achei muito legal as variedades que possuem, tem coisas tradicionais como Subway, Vivenda do Camarão e etc. Mas tem algo que está super na moda por aqui que são os Food Truck, tem uns dois ou três e vale a pena, pois foge um pouco do comum. E é uma boa para distrair.

Flores no local
Vale a pena? Depende de seu poder aquisitivo, para mim não. Outlet pra mim mesmo sendo de lojas caras devem ser baratas e pronto. E além disso é bem longe de onde moro, então eu gastei gasolina e pedágio e não encontrei nada que eu realmente gostasse num preço razoável. Depende do que você realmente deseja e se existem outros outlets perto de sua casa mais em conta, para passear e descansar vale a pena, mas a demora nas filas desanima. Então fica a critério de cada um.

Endereço: O Catarina Fashion Outlet está localizado no km 60 da Rodovia Castello Branco, sentido interior de São Paulo, a 30 minutos da Marginal Pinheiros.


HORÁRIOS

SEGUNDA A QUINTA
DAS 9H ÀS 21H
SEXTAS E SÁBADOS
DAS 9H ÀS 22H
DOMINGOS E FERIADOS
DAS 9H ÀS 21H

E vocês já foram? Conheciam?

Beijo,s
Carla Wolf


17 novembro 2014

Olá! Hoje trago um assunto que fazia um bom tempo que eu não falava: estilista. Todos sabem que sou bem ligada ao universo da moda e que curto saber de estilistas mais independentes (lembram do post da Casa de Criadores?), pois bem entre eles havia destacado Fernando Cozendey, conhecia ano passado em um desfile da Casa de Criadores e adorei! 

Quem é ele: Fernando Cozendey é um jovem estilista carioca, formado em Design de Moda pelo SENAI/SETIQT, ao longo de sua história já vinha experimentando o segmento beachwear, iniciou em 2011 sua marca homônima, desfilando dentro do projeta LAB da Casa de Criadores.
Foi nesse desfile que conheci Fernando e me encantei por sua irreverência! Fotos: Uol
Sua marca: O objetivo da marca consiste em recriar, em tecido elástico com o fio LYCRA®, tudo que existe na história do vestuário, levando o DNA beachwear a um universo não óbvio, isto é, para além das praias, dos balneários e das atividades esportivas. Concentrando-se em modelagens e acabamentos diferenciados e realizando pesquisas constantes em tecidos elásticos é que este trabalho busca visibilidade, na tentativa de enquadrar-se cada vez mais em outros segmentos do vestuário.

As peças confeccionadas funcionam como uma “segunda pele”, sendo possível observar maiôs, vestidos, collants, calças, camisas, casacos e macacões inteiriços feitos exclusivamente em tecido com fio LYCRA®. O uso do Trompe-L’Oeil, é uma das técnicas que mais agrada o criador, sugerindo, com humor, o tridimensional no plano bidimensional. Outra técnica bastante usada é a junção de diversos retalhos de tecidos lisos e de cores distintas, em estilo patchwork, gerando a ilusão de estampas. (informações blog pessoal).

O que eu acho: Eu me apaixonei pelo trabalho dele assim que vi, lembro até hoje da pantera dançando ao som de Pantera Cor de rosa, foi um dos últimos desfiles e me fez parar. As roupas dele chamam muito atenção, deixam evidenciado suas características que ele pretende mostrar. Acho suas coleções divertidas e intrigantes, talvez algumas pessoas acabem não gostando por ser algo muito ousado, mas eu adoro!

Suas coleções são incríveis, para ter mais detalhes não deixem de visitar suas redes sociais: Blog pessoal, casa de criadores, fan page e perfil pessoal.

E então, gostaram?

Beijos,







Me siga @caahwolf